Razão vs Emoção (Mágica)

As religiões, em sua grande maioria, tratam os sentimentos apenas como consequência dos seus atos, fazendo assim o sentimento ser a “culpa” de quase tudo.

Porém sabemos que não é bem assim e todo ocultista precisa ter por entendimento que a razão é a balança do bom senso. É necessário sempre buscar o equilíbrio das emoções e não se deixar guiar por seus sentimentos.

Com certeza nossas ações devem estar pautadas pela razão. Agir emocionalmente é um erro, pois os sentidos podem nos levar aos enganos e enganos não servem. As paixões não podem determinar nossas ações, uma vez que quem ama extremamente, deixa de viver em si e vive no que ama. Então, toda ação boa provém da razão por um simples motivo: Não há nada bom nem mau a não ser estas duas coisas: a sabedoria que é um bem e a ignorância que é um mal – Platão

E como eu faço para ter mais equilíbrio emocional?

Isso vai depender muito do seu credo de fé pois cada um tem a sua maneira. A mais conhecida é a MEDITAÇÃO no entanto ela é só uma ferramenta e não uma “fórmula mágica” e o seu uso vai apenas lhe auxiliar.

Uma das melhores formas é o domínio próprio. Sim, é muito difícil alcancá-lo porém é necessário colocar limites de até onde um sentimento pode ir. Criar limites e entender onde começa seu dever é sempre complexo entretanto o ocultista que “doma” seus impulsos será permeado de conquistas.

O domínio próprio lhe oferece a visão não do micro cosmo mas sim do macro, lhe fazendo enxergar todas as possibilidades e suas variantes, fazendo assim que tanto sua vida pessoal quanto a espiritual estejam em constante equilíbrio.

Com toda certeza a ação deve ser guiada pela razão, pois basta ajuizar bem para agir bem. As paixões são boas por natureza e nós só temos que evitar seu mau uso e seus excessos, o que é propiciado pela razão. Então, se é a razão senhora da decisão é ela quem determina como deve proceder a boa ação, os sentidos são instrumentos, meios que uso para ter prazer e ser feliz. É com a emoção que eu sinto, mas é com a razão que eu decido – Descartes

E quando for executar seus rituais terá todas suas diretrizes em pleno conhecimento manipulativo, evitando erros simples que poderiam lhe prejudicar. Dessa forma a ritualística irá ocorrer como previsto e ter o resultado pleno.

Bem, pense antes de fazer, pense antes de falar, pense! Assim você terá o que deseja!

Até a próxima, abraço LUX

O que achou da postagem?
+1
0
+1
0
+1
0

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *