O testamento de Salomão

Bom dia bando de sem alma!, Eu sou o Gigim da casa Tenebris Actus e hoje vamos dar continuidade ao tema goetia, e iremos em direção ao LEMEGETON, mas antes disso falaremos sobre o tão pouco divulgado Testamento de Salomão.

E para meu filho deixo…

Teoricamente O Grande e fodão Rei Salomão, filho de Davi, antes de bater as botas deixou uma série de documentos relatando seus feitos e como “ativar” a sabedoria divina que ele adquiriu com o arcanjo Homadiel, ele pediu para seu filho Roboan guardar esses documentos dentro de um cofre feito em mármore, e esses futuramente foram encontrados por Iohé Grevis, e dentro desse cofre haveríamos encontrado: A chave menor de Salomão, o Testamento de Salomão e os livros que formam o LEMEGETON, Ars Theurgia goetia, Paulina, Almadel e Nova.

Porra! Tudo isso?

Pois é, olhando assim parece muita coisa, mas se juntar tudo não dá um Senhor dos Anéis, então podem ficar tranquilos que mesmo que se interesse pelo conteúdo você não leva mais que um dia lendo tudo, talvez mais tempo analisando e tirando suas conclusões, mas ainda assim é uma leitura bem tranquila e quase tudo se encontra traduzido pra inglês e até português.

“The Testament of Solomon is a combination of folktales and a magician’s vade-mecum. In its interpretations of Scripture and its legends of biblical personages it reminds one of the Haggadah. In its stories of demons and their activities it is similar to the Arabian Nights. Its magical formulae and recipes relate it to the execration tablets, the amulets, and the magical papyri of antiquity, and to the medical recipe books of the Middle Ages. The same combination of naive popular science and laboriously learned philosophy runs indirectly into the Faust literature, and directly into the Clavicula Salomonis, the “Key of All Mysteries” i. It is a product of those three pseudo-sci- ences which have brought more disappointed hopes and abject terrors to mankind than any others: astrology, demonology, and magic.”

CHESTER CHARLTON Mc COWN

Quais os documentos usados como base?

Pra escrever essa matéria eu utilizei o Testamento de Salomão de Charlesworth, J. H, e o Testament od Solomon de Chester Charlton Mc Cown, sendo o primeiro uma tradução dos escritos de Salomão e o segundo um livro análise relativamente ácido sobre o conteúdo dos escritos originais.

material base

Para meu filho deixo…

Pois é, o testamento de Salomão em nada parece um testamento, tá mais pra um grande livro de contos onde ele se mostra o bam bam bam e como ele conseguiu subjugar os demônios ou espíritos que ele utilizou LITERALMENTE para construir o seu templo, porém não antes de descobrir quais qualidades pertenciam àquele BIXO e a qual anjo ele baixava a cabeça, fazendo assim com que não só pudesse utilizar daquelas qualidades mas também castigar o BIXO sempre que necessário.

“Então, eu invoquei o nome Santo de Israel, e ordenei-lhe para que girasse o cânhamo para os
cabos utilizados na construção do templo de Deus. E ela foi selada e vinculada de forma a que ficou
sem poder, de modo que ela tinha que ficar dia e noite para girar o cânhamo. “

Os 13 fantasmas

Lendo esse livro não tem como perceber um grande peso folclórico que ele tem, a forma como é basicamente uma lista de um grande rei sábio capturando seus demônios e os obrigando a trabalhar como peões na construção do seu templo, tirando a coitada da Obyzouth que devido ao asco que Salomão teve com suas ações nem deu um trampo pra ela, só pendurou o BIXO na frente do templo pra servir de exemplo. Percebe-se que o conteúdo em si apresenta pesadamente a adoração à Deus, praticamente cada página ele agradece, louva ou implora a Deus ao menos duas vezes, e os grandes poderes que o anel de Salomão tem sobre os BIXOS que ele evoca.

“”Quem és tu?” E ela disse: “Eu sou chamado Obyzouth entre os homens, e de noite eu
não durmo, mas dou minhas rondas por todo o mundo, e visito mulheres no parto. E quando chega a
hora, eu tomo a minha posição e, com sorte, estrangulo a criança. Mas se não consigo, eu me dirijo
para outro lugar. Porque não pode haver uma única noite sem êxito. Porque eu sou um espírito feroz,
uma miríade de nomes e de muitas formas.”

E lá vem a treta

Porém temos alguns problemas nisso tudo, falamos de Salomão nesse testamento porém não são citados os famigerados 72 BIXOS da Theurgia Goetia, apenas alguns deles dão as caras nesse manuscrito e são até bem poucos, o que faz com que possamos voltar à conclusão que o LEMEGETON e a GOETIA em si nada mais é que um “almanacão de férias da Turma da Mônica”, onde pegaram alguns materiais relacionados à Salomão e transformaram num grande grimório, e assim nasceu o sistema que a galera deturpa hoje em dia.

Conclusão

Esse texto foi pra dar uma introdução sobre o testamento de Salomão, e deixar claro que apesar dele parecer apenas um livro de contos para o divertimento em tavernas, ele apresenta sim alguns métodos para se controlar e banir alguns demônios, e cada demônio apresentado é colocado ao lado o anjo que o subjuga, sendo assim apenas uma oração praquele anjo seria o suficiente para afastá-lo da influência daquele BIXO, o que é outro ponto muito bem apresentado nesse manuscrito, o que cada BIXO faz e porque faz, então não devemos ver o Testamento de Salomão apenas como um livro de contos, mas sim como um grimório bem maquiado.

E você leu um BLOG sobre goetia e já saiu evocando né?

Por hoje é só, continuaremos com o Sagrado anel de Salomão e então o LEMEGETON, FORTUNA!


GOSTOU DESSE CONTEÚDO? QUER VER MAIS SOBRE ISSO OU SOBRE UM ASSUNTO DE SUA ESCOLHA? SEJA UM APOIADOR DO PORTAL E VEJA AS VANTAGENS, CLIQUE NO LINK PARA SABER MAIS

VOCÊ TAMBÉM PODE APLAUDIR ESSA MATÉRIA FAZENDO UM PIX PARA: [email protected]

O que achou da postagem?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado.