Mais um posto sobre curiosidades do folclore popular que tem existência também no mundo ocultista, as velas na janela ou na frente do espelho.

Quem já foi pro interior deve ter sido advertido de não acender vela no peitoril da janela ou não deixar velas acesas em frente à espelhos durante a noite porém as mesmas pessoas que te advertem a não fazer isso quase que com certeza ascendem velas na janela do dia de finados, ai fica a pergunta, por que isso?

Acreditava-se que quando você deixava uma vela acesa na janela ela chamaria atenção de fantasmas e espíritos zombeteiros que estivessem passando na rua pois como todos sabem eles estão à procura de luz e uma chama de vela já seria alguma coisa, no espelho seria o mesmo porém visto de forma mais complexa, a vela nesse caso atrairia mau agouro, ou seja influencias malignas vindas diretamente de um plano ruim ou entidade ruim, ou seja, sem chance de ser um fantasma.

Mas por que em finados ascendemos a vela na janela?

Porque acreditava-se que no dia dos finados os mortos poderiam voltar à esse plano para visitar seus amados parentes que ainda estão vivos, e quem não pudesse ir ao cemitério ou não tivesse tido a chance de enterrar o ente querido (quando perdia-se o corpo) acenderia a vela na janela e como nesse dia é uma farra de fantasma na rua talvez o próprio parente ficasse responsável por não deixar nenhum outro fantasma adentrar no lugar dele.

Por que a vela?

A resposta é bem simples, é uma alusão à Farol, saca daqueles que ficam na beira do mar sinalizando um local seguro para as embarcações, a vela serviria como um farol espiritual que chamaria a atenção das almas para um porto seguro, sua casa nesse dia que seria muito tumultuado do lado de lá, algo como um natal num shopping em liquidação, só que pra gente morta.

Mas diga lá, funciona?

Quem sou eu pra ir contra tradições tão antigas, temos variações desse rito fúnebre espalhadas por todo o mundo, no Japão ascendem lanternas e jogam rio abaixo, em alguns lugares tochas, balões e etc… Não tem como dizer se algo assim funciona, no máximo posso analisar o que ocorre de forma mais analítica e apontar os prós e os contras e o que provavelmente acontece, afinal como ocultista já fiz essa prática por muitos anos e a presenciei a ida inteira.

Primeiro vamos pro sentido da vela acesa na janela, como citado anteriormente seria um farol mas por que ela acenderia no plano espiritual e um fósforo, lâmpada ou isqueiro não? Provavelmente devido à carga emocional e intento que é depositada na vela, uma pessoa raramente ascende uma vela no dia dos finados somente por ascender, ela normalmente reza, s prepara, pensa na pessoa e etc, variando de religião pra religião e como é um dia comum a todos ao redor o véu entre os planos obviamente ficaria mais sensível e possibilitaria quase que com certeza que algo simples surtisse efeito.

E no dia-a-dia?

Percebam que o dia dos finados ou algo parecido seria o dia ideal pra isso os demais dias do ano provavelmente não teriam resultados efetivos, ou seja, ascender uma vela na janela à noite não tem muitas chances de oferecer risco. Percebam que eu disse não haver MUITAS chances, porque na verdade pode ocorrer da sua vela brilhar no plano espiritual, ocorre por intenção, ou seja, a pessoa tinha a intenção de atrair fantasmas, ou sem querer no caso da pessoa ser um médium natural ou estar passando por desequilíbrio energético sério.

Ok, ascendi e eles vieram o que eu faço?

Percebam que a vela será como um farol brilhando muito fraco no plano astral mais próximo do nosso (varia de crença pra crença) porém ele não vai transportar entidades de um plano para outro logo as entidades virão sim na direção da luz mas assim como você no máximo sentirão a sua presença e vice e versa, é como lendas de fogo fátuo flutuando em meio ao campo, as pessoas vão em direção a ele mas nada encontram.

Então não tem utilidade nenhuma?

Pra pessoas não espiritualizadas, não. Obviamente para ocultistas e médiuns é o primeiro passo para outro fim, seja ele comunicação controle ou até estudo.

E no dia dos mortos?

Pois é, lembram que citei que no dia dos mortos o véu entre os planos está mais fino, pois é corre o risco de além de sentir a presença você consiga ver vultos e ao dormir sonhar com a entidade que veio te visitar, por isso muitos relatos de pessoas não médiuns ou ocultistas contando sobre experiências com fantasmas.

E os espelhos.

Pra variar o tópico ficou maior do que eu imaginava, mais tarde posto ele aqui ou num tópico separado porque como a maioria aqui já sabe, espelhos sempre dão o que falar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui