Esse é o tipo de matéria que começa com “quem nunca, né?” A tábua Ouija ou tabuleiro Ouija tem uma origem bem menos mística do que parece, e é cercado de algumas curiosidades que trataremos nessa matéria.

A Origem

A tábua ouija não tem bem um criador definido, porque na verdade qualquer tabuleiro utilizado para contactar espíritos pode ser chamado de tabuleiro ouija, porém um malandro patenteou a marca lá nos USA o nome OUIJA para qualquer ferramenta desse tipo, logo definir uma origem exata de todos esses métodos seria totalmente impreciso, já que aqui no Brasil por exemplo o tabuleiro Ouija como é comercializado nunca foi muito popular, e tínhamos mais a brincadeira do copo e do compasso.

A popularidade

A popularidade do tabuleiro Ouija veio quando as irmãs Fox lá em meados de 1840 inventaram de contactar espíritos em sua casa mau assombrada, obviamente aquilo gerou a curiosidade dos moradores da pequena cidade onde moravam, e com o tempo aquilo acabou se tornando um evento de “circo”, tendo platéia e ingressos, o que rendeu uma boa grana pras duas irmãs safadinhas.

A queda

Infelizmente um dia a casa cai, e foi provado que o que as duas irmãs faziam era nada mais nada menos que truques para agradar os clientes e a popularidade delas decaiu trazendo a falência das mesmas, que além de duras ainda ficaram odiadas pela população local,  a tábua ouija veio a ser realmente apresentada por M. Planchette, um espiritualista que implementou as ferramentas usadas no objeto… e com isso vieram outros utilizadores, provavelmente mais espertos que as irmãs Fox.

Como funciona?

Não vou falar somente da Ouija tradicional aqui, mas de alguns métodos mais populares no Brasil, e que não há a necessidade de comprar nada, porque afinal a tábua ouija nada mais é que um “brinquedo” que atiça a curiosidade de adultos e crianças, mas a lógica espiritual dele não reside no objeto e nem no método, mas no médium operador.

Tábua ou tabuleiro Ouija

Consiste em um pedaço de madeira onde são grafadas letras e símbolos com fogo, além das letras temos números, e em alguns casos termos para facilitar a comunicação com respostas gerais tipo “bem e mal”, “luz e trevas”, “céu e inferno”. O modelo pode variar dependendo da fabricante, sendo que alguns são feitos pra falar com anjos, outros com espíritos e outros são o samba do crioulo doido onde o que vier veio, e esses tendem a ter mais dados no tabuleiro.

Usa-se um indicador que pode ou não ter uma lente de aumento em seu centro, ele possui uma base redonda ou com esferas de rolamento para facilitar sua movimentação. E consistem em pessoas chamarem um ser não corpóreo para arrastar o indicador pela tábua enquanto os participantes apoiam seus dedos no indicador e fazem perguntas.

Brincadeira do copo

É basicamente um tabuleiro ouija de pobre, ao invés de madeira pode-se usar um papel, e os escritos são feitos à mão pelos participantes, e ao invés do indicador usa-se um copo. É total jeitinho de brasileiro mesmo e um dos que mais rende causos de acidentes.

Brincadeira do Compasso

Esse faz parte de uma variação da Ouija que era circular e usava um ponteiro, tipo um relógio de letras e números, mas nesse caso ele é horizontal e utiliza-se um papel com os escritos e o círculo feitos pelo próprio operador e o compasso vai indicando as letras. O diferencial desse métodos é que pode ser feito apenas com uma pessoa segurando o compasso em pé.

Outras variações

Eu sei que existem algumas variações desses métodos e da Ouija, se alguém lembrar de algum deixa nos comentários que eu faço um compilado 🙂

E funciona?

Essa é a questão importante, né? E essa papagaiada toda funciona? Estranhamente a resposta é SIM, obviamente não como é dito nas “propagandas”, mas as tábuas ouija nada mais são que ferramentas para oráculos e médiuns, ou seja, servem para facilitar o contato deles com o mundo espiritual. Isso impõe que exista alguém com algum Dom ou treinamento espiritual para que “tudo funcione”, mas mesmo que fosse qualquer outra ferramenta ou até mesmo nenhuma, o médium ainda seria capaz de ter contato com o mundo espiritual.

Vou terminar por aqui, mas em breve postarei matérias com relatos e técnicas, então se vocês tiverem alguma, mandem na nossa área de contato ou nos comentários.

Ah, depois falarei do ZOZO, ok.