Um comentário aqui do site levantou uma questão interessante e até então não abordada por aqui. Os poderes psíquicos e suas aplicações.

Muito eu já tinha lido sobre pessoas ditas “paranormais” sendo utilizadas para espionagem durante a guerra fria, seja pelo lado soviético (que por sinal se interessavam mais) quanto pelo lado Estadunidense (atrasaaaaado), em ambos os casos com o fim da guerra fria a utilidade desses chamados PSI se tornou duvidosa e a informação geral que temos é de que os programas foram encerrados.

E o que vem a ser o tal E.S.P.E.R.? Esse era o “Extrasensory Perception and Excitation Research”, algo como uma pesquisa sobre percepção extrasensorial, a informação geral vocês podem encontrar aqui, mas o resumo da ópera é bem simples, a gigante empresa SONY resolveu que valia à pena investir em pesquisas sobre o famoso chi, ou energia espiritual/psíquica do ser humano, e os resultados poderiam ser utilizados para a implementação de equipamentos que a utilizassem.

Mas como isso poderia ser colocado de forma simples? Bem, imaginem uma cadeira de rodas controlada por chi, ou seja, seria ideal para pessoas tetraplégicas ou com problemas de mobilidade similares, dentre outras utilizações cotidianas as oportunidades eram inúmeras e valiam o investimento.

E que fim teve?

Infelizmente após a SONY ter anunciado publicamente a existência de tal laboratório muita expectativa foi gerada, o que obviamente aumentou o índice de cobranças e resultados sobre o mesmo e essas infelizmente não foram supridas, apesar de ter realmente concluído que a energia chi realmente existia e que os ditos “psi” eram reais, não houve nenhum relato de usabilidade desses resultados, seja em aparelhos ou em aplicações militares ou de pesquisa.

Depois de 8 anos gastando recursos e após a morte de seu fundador e diretor principal o centro de pesquisas E.S.T.E.R. foi desativado e os resultados e relatórios anuais nunca vieram à público, nem mesmo para instituições parapsicologias.

Um texto interessante, porém em inglês, retratando o comportamento do idealizador da ideia está nesse documento

 

Em breve continuarei a matéria onde citarei a utilização de paranormais no decorrer da guerra fria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui