Seu campo energético, suas regras

Bom dia a todos os membros da Occulta Umbra e Imperium Fortuna. As aulas já começaram e com elas vieram as praticas, essa semana estamos falando de percepção energética.

Da sensação ao fato

Como todos sabem a energia está em tudo. Nosso corpo produz energia suficiente para ascender uma lâmpada incandescente, ela mantém os átomos unidos, provoca reações visíveis mas em sua maioria, nem tanto, e aqui precisamos contar com a percepção.

Ah, mas eu conheço isso.

Certamente você se lembra de um dia de sol qualquer, corpo flutuando na água e a face para o sol. A sensação de que você era parte daquele universo, que estava uno com a água e sentia em suas ondas qualquer movimento ou interferência.
A verdade é que tais interferências são mais comuns do que parecem.
Basta lembrar todas as vezes que você direcionou seu olhar para alguém e esse alguém já estava te olhando ou de quando simplesmente sabia quando alguém se aproximava.

Queima tudo.

A ideia de banimento surge, além de suas razões óbvias, remover impressões energéticas anteriores do meio, tornando o mesmo propicio para a execução de um rito, de projeção, manipulação ou só de um sono tranquilo e um pouco de paz de espírito mesmo.

Mas e aí?!

Agora sim podemos expandir nosso campo. Lembra da sensação da água ao seu redor?! Da sensibilidade e consciência sobre tudo que está a sua volta?! A ideia aqui é trazer a mesma sensação de volta, te fazer capaz de perceber interferências na sua área de presença.

Muita calma nessa hora…

Sente-se num ambiente tranquilo, numa posição confortável e respire. É importante aqui se concentrar na respiração, respire pausadamente inspirando pelo nariz e expirando pela boca, procure usar o diafragma, sinta o ar preencher seus pulmões enquanto seus músculos se relaxam. Observe seu coração, se concentre em cada batida, sinta que com cada batida seu sangue corre pelas suas veias, percorrendo cada parte do seu corpo.
Esvazie sua mente e se concentre nos detalhes.

Chegou a hora.

A energia aqui deverá remeter a um vapor e esse tempo todo era o que você inspirava. Trazendo a mesma para dentro do seu corpo, nutrindo cada célula, percorrendo seu interior a cada inspiração, a cada batida do seu coração.
Ao expirar sinta a energia inundar o ambiente ao seu redor, sinta seu corpo emanar, fluir por seus poros e inundar o exterior.

Minha genki dama é maior.

Tente manter sua energia fluida porém cuide para que ela não se disperse, pense em uma sauna, ao abrir a porta o calor se dissipa, a ideia é que você expanda sustentando o campo, sem permitir que sua energia flua sem direção ou controle. Se a dispersão se iniciar mantenha o campo mais próximo ainda que mais denso, expanda aos poucos e perceba até onde alcança.
Isso é como exercitar um músculo, é necessário pratica e repetição para expandir com mais eficiência sem dissipar a energia. E não se preocupe, é mais difícil expandir sem dissipar do que parece.

Levando a área de presença pra passear.

Note que como a água, o tal vapor vai te permitir sentir interferências no seu campo assim que alguém o adentrar.
A tarefa aqui é identificar tais interferências quando as mesmas adentrarem sua área. Comece em casa e depois faça em locais com poucas pessoas ou alguns animais. Perceba o local e se perceba, identifique o que seu e o que é do outro, daí volta pra contar pra gente.


GOSTOU DESSE CONTEÚDO? QUER VER MAIS SOBRE ISSO OU SOBRE UM ASSUNTO DE SUA ESCOLHA? SEJA UM APOIADOR DO PORTAL E VEJA AS VANTAGENS, CLIQUE NO LINK PARA SABER MAIS

VOCÊ TAMBÉM PODE APLAUDIR ESSA MATÉRIA FAZENDO UM PIX PARA: [email protected]

A COLABORAÇÃO DE VOCÊS GARANTE QUE SEMPRE TEREMOS NOVO MATERIAL DIARIAMENTE.

O que achou da postagem?
+1
5
+1
0
+1
3

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *