A projeção mental é o primeiro passo para quem deseja experimentar a projeção astral, ao contrário do que se pensa a projeção mental não é puramente imaginativa e em muitos casos serve como ferramenta para a alteração do estado de consciência, o que ajuda bastante em qualquer tipo de ritual.

O que é a projeção mental?

Vou resumir bastante porque temos matérias maiores aqui no portal sobre isso, então vamos lá. A projeção mental é uma forma de projetar sua consciência para um microcosmo seu totalmente consciente, ou seja, você vai criar um pequeno universo dentro da sua mente e esse será totalmente à sua escolha, mais ou menos como um sonho lúcido.

O que é necessário?

Concentração e uma das três seguintes ferramentas: Um livro, um filme ou um jogo de videogame. Você precisará criar um universo diferenciado do que você chama de realidade, ou seja, você não pode criar um universo mental exatamente igual à sua realidade, pois isso fará com que você não se desprenda da realidade… meio enrolado mas na prática é bem simples.

Como começar

O exercício deve ser feito, principalmente, antes de dormir pois é um momento onde a mente está relaxada e pode ser “enganada” mais facilmente, o exercício é de repetição, ou seja, podem levar dias para que o resultado seja o esperado, porém depois disso você conseguirá realizá-lo sempre que quiser sem esforço algum, então vale bem à pena e não vou mentir, o resultado é bem divertido.

O exercício

Você irá escolher uma das ferramentas citadas no parágrafo anterior, e num ambiente tranquilo e livre de interrupções você irá consumir ela, ou seja, se você escolheu um livro, vou usar como exemplo Senhor do Anéis, você lerá algum capítulo antes de dormir até que o sono te alcance, porém você não deve apagar enquanto lê, mas sim um pouco antes de perceber que vai dormir você deve se deitar da forma que achar melhor e se projetar pra dentro do que leu, ou seja, se Frodo estava em Mordor fugindo de uma aranha, você estará lá com ele fugindo também, ou rindo da cara dele ou até mesmo sendo outra aranha, um comportamento parecido como o de jogar RPG (daqueles de mesa) onde você se imagina sendo o personagem e reagindo ao ambiente, incluindo o máximo de detalhes possíveis e criando destinos diferentes pra história.

Faça isso de forma leve, e natural, tente sentir o que você como personagem no livro sentiria, observe o local, tudo o que puder e faça isso até apagar de sono.

Se escolheu outra ferramenta, como um filme, faça o mesmo, se for um jogo, faça o mesmo, mas lembre-se, não é para jogar até dormir ou ver filme até dormir, você tem que imaginar a ferramenta e se imaginar nela, uma espécie de faz-de-conta.

Primeiros resultados

Conforme você executa o passo anterior noite após noite (caso durma à noite) você provavelmente começará a sonhar com o que escolheu e a cada prática os sonhos se tornarão mais lúcidos e você terá mais e mais controle sobre eles.

Segunda etapa

Quando você conseguir dominar bem a ferramenta de sonho agora é a hora de tentar fazer isso durante uma meditação, uma coisa que muita gente reclama da concentração é não conseguir esvaziar a mente nesse caso isso não será necessário pois o que você fará na meditação é projetar pra o seu mundinho mental, e tentar alcançar as sensações que alcançou nos sonhos, pratique várias vezes e não pare de praticar o primeiro passo pois um complementa o outro.

Terceira etapa

Quando você conseguir dominar bem as etapas anteriores agora vem a terceira parte, que é mais complicada e até um pouco perigosa, que é por pequenos lapsos de tempo você projetar para o seu mundinho particular e lá ficar algum tempo e voltar, nessa etapa você já não se prende mais a cenários que viu em filmes, livros ou jogos, mas sim a um criado totalmente por você e para algum fim que deseja.

Bom, é isso, espero que seja útil pra vocês, essa técnica é bem simples e funciona muito bem, basta deixar um pouco a ansiedade de lado que vai dar tudo certo.

Por hoje é só, curtam e compartilhem e até a próxima, Hasta 🙂