(PRÁTICA) Banhos de limpeza e purificação

Olá pessoas, eu sou a Delirium da Occulta Umbra, Atos Negros e Imperium Fortuna e hoje vamos falar sobre banhos de limpeza e purificação.

Da história.

Desde tempos mais remotos e em diversas civilizações (antes mesmo destas se encontrarem) encontramos práticas de banhos ritualísticos para os mais variados fins, limpeza, equilíbrio, proteção, preparação para iniciações, atração, etc.

Os elementos usados são os mais variados e encontramos inclusive elementos em comum em diversos deles, como ervas, flores, frutos e sal.

A ideia aqui é apresentar uma série de banhos próprios para limpeza e proteção, normalmente usados antes e depois de ritos a fim de afastar o que há de negativo antes do início do rito e proporcionar uma limpeza energética após o mesmo.

Sal e óleos essenciais.

Esse é um banho simples, que normalmente uso semanalmente ou quando sinto ser necessário.

Itens: um punhado de sal grosso, óleo essencial de lavanda francesa, capim-limão, mirra e olíbano (escolha pelo menos dois dos listados) flores de calêndula e alecrim seco.

Primeiramente limpe o ambiente (limpe e organize o espaço ao seu redor), realize um banimento e inicie.

Em um recipiente de vidro misture para uma parte de sal meia parte de flores de calêndula e meia parte de alecrim, de 3 gotas de óleo essencial para cada 200 gramas de sal.

Enquanto mistura sinta a energia dos elementos presentes, peça que a energia da terra dê força ao intento, que toda a energia negativa seja removida, que seus chakras se equilibrem e que sua força e proteção sejam restauradas.

Após o preparo reserve num pote de vidro hermeticamente fechado, o preparo pode ser guardado e se mantém próprio para uso por cerca de 3 meses.

Na hora do banho separe um recipiente um punhado do banho e leve consigo. Tome seu banho normalmente e após isso misture com um pouco de água fria o preparo do banho e jogue do pescoço para baixo, enquanto visualiza toda a energia negativa se esvaindo.

Ao sair do banho não seque o corpo e vista roupas limpas e de cores claras.

Banho de ervas.

Esse é um banho normalmente usado na magia natural e também em religiões de matriz afro, ao contrário do primeiro, esse pode ser derramado no topo da cabeça.

Falando de diferentes vertentes, as ervas aqui podem variar, mas trarei as mais comumente usadas e também facilmente encontradas.

Itens: Um balde, água, folhas de boldo, manjericão, alfazema, folhas de laranjeira, oriri e hortelã.

As ervas citadas aqui são chamadas de “folhas frias” e por isso o banho pode ser jogado em cima da cabeça.

Após a limpeza do ambiente e do banimento, como citado anteriormente, pegue o balde e coloque água até a metade, selecione pelo menos 4 das folhas citadas (lembrando que o boldo aqui é essencial, inclusive podendo ser preparado apenas com ele).

Acenda uma vela branca em um pires também branco e o posicione próximo a você mas num local relativamente alto (acima da sua cintura).

Sente-se num banco de madeira ou numa esteira, coloque as ervas dentro do balde e usando suas mãos amasse as folhas (esse processo é chamado de maceração), para aqueles que acreditam em Orixás cante para Oxalá e Ossayn, ou simplesmente faça suas orações direcionando ao que você acredita (a terra, aos elementais, etc) peça que as ervas sejam abençoadas e que tudo aquilo que o banho tocar seja limpo de energias negativas e que traga paz, tranquilidade e equilíbrio ao local e ao indivíduo. Amasse até que a água tome uma tonalidade verde intensa, lembrando que o preparo não deve ser coado.

Após o preparo do banho pronto apague a vela e a despache enterrando ou jogando em água corrente.

Do banho.

Tome seu banho normalmente e após seu banho higiênico (lembrando aqui que não se deve coar o banho), jogue a mistura do topo da sua cabeça visualizando toda energia negativa se esvaindo e uma atmosfera de tranquilidade tomando conta do seu corpo e emanando de você. saia do banho e retire as erva que ficaram junto ao seu corpo, mas não enxague o corpo após o banho, e vista-se com roupas claras.

Ps: Esse banho deve ser tomado enquanto fresco, não se guarda banho de ervas.

Continua na parte 2.


GOSTOU DESSE CONTEÚDO? QUER VER MAIS SOBRE ISSO OU SOBRE UM ASSUNTO DE SUA ESCOLHA? SEJA UM APOIADOR DO PORTAL E VEJA AS VANTAGENS, CLIQUE NO LINK PARA SABER MAIS

VOCÊ TAMBÉM PODE APLAUDIR ESSA MATÉRIA FAZENDO UM PIX PARA: [email protected]

O que achou da postagem?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado.