(PRÁTICA) Banhos de limpeza e purificação pt-2

Olá pessoas, eu sou a Delirium da Occulta Umbra, Atos Negros e Imperium Fortuna e hoje vamos continuar com a segunda parte sobre sobre banhos de limpeza e purificação.

Anil.

Esse é um banho extremamente comum nas religiões de matriz afro.

Primeiramente tome um banho e se prepare para iniciar o preparo.

Como anteriormente citado, se deve limpar o ambiente tanto fisicamente quanto energeticamente.

 

Itens: Um balde, anil em pó ou pedra e água.

Acenda uma vela branca e a posicione em um local alto num pires branco.

Sente-se numa esteira ou num banco, coloque água no balde e adicione o anil aos poucos, misturando com as mãos, cante a Oxalá (caso seja essa sua crença) ou simplesmente faça suas orações e pedidos direcionados a sua crença, peça a terra, aos elementos, a divindades relacionadas a natureza para que aquele preparo remova toda a negatividade e traga equilíbrio, paz e tranquilidade.

Após isso despache a vela enterrando ou jogando em água corrente.

Tome seu banho normalmente e após isso, despeje o banho da cabeça pra baixo (é, esse aqui também pode). Ao sair do banho não seque seu corpo e se vista com cores claras.

Ps: esse banho deve ser tomado quanto fresco, não deve ser guardado por mais de 12 horas.

Água de canjica – do banho à oferta.

Confesso, esse só conheço dentro de religiões de matriz afro. Mas temos aqui um bônus, vamos arriar canjica para Oxalá.

Novamente, faça uma limpeza física no ambiente, faça um belo banimento e tome um dos banhos anteriores devido a complexidade e do rito que segue posteriormente.

Itens: Um pacote de canjica branca, água, mel, algodão, 10 palitos e 10 triângulos pequenos recortados de papel branco não pautado e cola branca.

Uma vela de 7 dias, um prato branco e um pires branco.

Presumindo que todo o preparo do ambiente tenha sido feito na casa toda, vá até a cozinha e coloque um punhado de canjica para cozinhar (é importante que a quantidade seja exata para colocar no prato, que não sobre.

Enquanto a canjica cozinha evite contato com outras pessoas, se foque em fazer seus pedidos, especialmente proteção, limpeza e misericórdia.

O ponto do grão da canjica deve ser macio, não desmanchando e não al dente.

Abra a panela e a deixe esfriar naturalmente.

Certifique-se de que a canjica esteja fria, isso é MUITO IMPORTANTE.

Separe os grãos da água, não jogue a água fora e nem os grãos.

E então reserve.

Numa tira de papel branco não pautado, coloque seu nome e sua data de nascimento.

E reserve.

Pegue os palitos, os triângulos de papel branco não pautado e a cola.

Cole um dos lados do triângulo na ponta do palito (eles não devem ser grandes, o palito deve ter cerca de 4 centímetros). Faça pequenas bandeiras, devem ser 10.

E reserve.

Pegue o algodão e abra-o de forma que pareça uma nuvem, porém um pouco densa (não deve ficar muito alto, só fofo e o tamanho deve ser suficiente para que cubra o prato sem ficar esteticamente feio (torto ou sobrando).

Do banho.

Pegue a água de canjica que você separou dos grãos, tudo já frio, e vá novamente tomar seu banho higiênico, após terminar o banho jogue a água da canjica do topo da sua cabeça e peça a Oxalá que tenha misericórdia, te traga paz, proteção e equilíbrio, que afaste toda a negatividade e interceda por você. Não seque seu corpo ao sair do banho, e vista roupas claras após.

PS: você pode acrescentar um pouco mais de água junto a água da canjica a fim de que não fique tão denso.

Ps2: Esse banho deve ser usado fresco, não deve ser guardado para uso posterior.

Hora de voltar.

Pegue o prato (o mesmo deve ser branco e fundo), coloque a tira de papel com seu nome e data de nascimento dentro do prato, coloque a canjica fria por cima (se atente a estética, faça redondo e farto, mas não deixe que transborde, a canjica deve cobrir o fundo do prato).

Continue a fazer seus pedidos enquanto realiza o rito.

Regue a canjica que está no prato com bastante mel, peça que traga doçura à sua vida e aos seus pensamentos.

Então pegue o algodão e coloque por cima da canjica regada a mel, novamente se atente a estética, não deixe que ultrapasse os limites do prato ou que falte, o algodão deve cobrir toda a canjica.

Por fim, pegue as 10 bandeiras que você fez e disponha no prato, espetando e deixando as mesmas de pé.

Após tudo isso, pegue a vela de 7 dias e o pires branco, pegue também o prato com a oferta e coloque num lugar alto, acima da sua cabeça.

Faça suas orações e agradeça a Oxalá, você pode cantar um canto e também saudar Oxalá.

Ps: esse banho juntamente com a oferta é comparado intimamente a um ebó de misericórdia, Oxalá intercede diante dos outros Orixás, removendo quizilas e trazendo paz e equilíbrio àquele que pede.

Importante: Verifique diariamente como está a canjica, ela não deve exalar mal cheiro ou atrair insetos. Caso isso ocorra, ela deve ser imediatamente despachada (em água corrente ou embaixo de alguma grande e bela árvore).

caso não haja nenhum problema, despache no terceiro dia (a vela deverá ser despachada junto).

A ideia aqui é trazer prática e preparo para ritos mais densos que logo devem ser postados. Como conteúdo exclusivo, claro.

Por hoje ficamos por aqui. Curtiu?! Comente, compartilhe e nos apoie para que possamos continuar produzindo conteúdo de qualidade.

Sucesso a todos e FORTUNA.


GOSTOU DESSE CONTEÚDO? QUER VER MAIS SOBRE ISSO OU SOBRE UM ASSUNTO DE SUA ESCOLHA? SEJA UM APOIADOR DO PORTAL E VEJA AS VANTAGENS, CLIQUE NO LINK PARA SABER MAIS

VOCÊ TAMBÉM PODE APLAUDIR ESSA MATÉRIA FAZENDO UM PIX PARA: [email protected]

O que achou da postagem?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado.