Sempre falamos de ocultismo nesse portal, mas de vez em quando um assunto menos sério faz bem né?

Então entremos numa questão que tem sido levantada a tempos, “Foi Judas o maior filho da puta da história?”, pois é… desde criança eu malhei o boneco de judas, adorava fazer um boneco em forma humana pra poder queimá-lo depois, acredito que nem era pelo lance bíblico mas pra descontar meu ódio pela humanidade (admitam, vocês também o faziam) mas depois de velho vim me perguntar se o tal Judas merecia mesmo isso, e agora que estamos chegando num feriado bíblico (dia do Jesus zumbi) me veio essa dúvida, será que o carinha era tão filho da puta assim?

Sabemos que os apócrifos estão por ai dizendo o contrário, Judas era um cara com grana antes de começar a seguir o Nazareno, ele era uma espécie de tesoureiro dos apóstolos, se ele quisesse mesmo prata bastava a ele desviar um pouco dos pré-dízimos que eram dados, precisaria mesmo Judas fuder o tal profeta por uma merreca de prata? Até onde sabemos depois do tal trato o cara se pendurou numa árvore, quase como o tal profeta o fez, isso mostraria sinal de arrependimento ou de vergonha, vai saber, mas muitos guardam a teoria de que Judas era o cara mais foda entre os 12, e a ele foi dada a missão mais escrota, ser lembrado pra sempre como o tal traidor.

E como diabos isso chegou a esse ponto? do mundo inteiro odiar o cara? Era o plano do profeta? Talvez a humanidade não estivesse pronta pra entender que Jesus queria ou precisava morrer e só agora começou a ter sapiência disso… ou talvez tenha sido tudo jogada  de marketing, vai saber, eu não tava lá, mas que é bem esquisito, isso é.

O evangelho de judas já rendeu até documentário, mas não passa de um monte de raspas de papiro ressecado e sem sentido, assim como o de Maria Madalena e algunas tentam “des-demonizar” o cara…  O que vocês acham?