A relação que os humanos primitivos tinham com os elementos naturais eram de se identificar em parte de suas próprias consciências em objetos da natureza. Esta raiz de concepção se leva em consideração elementos naturais como a terra, água, trovão, céu, lago, montanha entre outros… Isso acaba sendo a raiz antropológica do nosso vínculo com os quatro elementos no estudo da magia.

Desta forma o ser humano primitivo se relaciona com esse objeto da natureza vento, fogo, água e terra, como uma forma de se reconectar com uma força interior imanente de profunda do seu ser. Justamente a força imanente dos arquétipos, falamos sobre os Arquétipos em outra postagem.

Akasha em sansicrito “Kas” significa brilhar ou aparecer, simbolizado pelo Ovo negro, considerado o útero da criação, o principio etérico, espaço e tempo, até algumas religiões chama de “DEUS”, o principio e o fim, resumindo seria o ponto de criação e emanação primordial energético.

Esse elemento em sentido antropológico e conhecido também como “Quinta Essência”. Que significa uma forma de energia pura que serviria de substrato para se produzir todas as qualidades das outras formas de energia dos quatro elementos assim é uma raiz Psico-Energética para dar forma e força para os outros elementos da magia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui