A palavra “Inferno” possui várias conotações e é de difícil entendimento dentro dos estudos do esoterismo. Muitos afirmam que o Inferno não passa de fantasia, que é produto da mente. Outros dizem que é tão-somente um estado de consciência, e que o Inferno está na verdade dentro de nós. 

 
Há ainda os que afirmam que o Inferno é uma alegoria. Enfim, qual a posição dos gnósticos sobre este espinhoso tema???
O venerável mestre Samael precisou escrever uma obra tratando exclusivamente sobre o tema. Nesta obra, intitulada Sim, Há Inferno, Diabo e Karma, fala-se claramente na existência de diversas dimensões (ou planos energéticos) que formam o planeta. Existe o mundo tridimensional, físico, onde nós, os encarnados, vivemos. Há também mais dois níveis, energeticamente acima e abaixo do mundo físico.
São a supra e a infradimensões. Ou seja, essas duas dimensões da natureza são o que os antigos chamaram de Céus e Infernos da natureza.Temos duas outras obras, além da acima citada, que comentam com simbologias esses supracéus e infrainfernos.
O Livro de Enoch (suprimido da Bíblia pelo catolicismo, mas mantido ainda em algumas Bíblias cristãs orientais, como a da Igreja Siríaca) e A Divina Comédia nos falam enfaticamente que os Infernos da natureza, essas dimensões inferiores, são formados por 9 camadas, ou subdimensões, e os Céus são também formados por 9 camadas, ou supradimensões. Temos então um total de 9 infernos + 9 céus + o plano físico + 3 Mundos Divinos (a Santíssima Trindade de todas as religiões). Isso totaliza os 22 Mundos onde o Absoluto, o Eterno Pai Cósmico inefável criou seu laboratório.
 Antes de continuar sobre os Mundos Infernais, falemos um pouco mais sobre o número 9. Por que 9 Céus e 9 Infernos? O número 9 é o número perfeito por excelência, dentro dele estão inseridos todos os números. Qualquer número, de todos os infinitos, pode ser resumido a qualquer número inteiro inferior a 10 (menos o 0). Por exemplo, temos o número 33, muito conhecido nas tradições iniciáticas. Se somarmos 3 + 3 dará 6. E assim por diante.
Pela Lei das Afinidades e Imantações Universais, essas dimensões terrestres, tanto inferiores quanto superiores, são regidas e influenciadas vibratoriamente por 9 planetas de nosso Sistema Solar. Parece que há uma espécie de Ressonância Cósmica que interliga todos os planetas numa teia energética maravilhosa, onde as infradimensões de todos os planetas e as supradimensões de todos os planetas estão unidas numa harmonia espetacular.
As 9 infradimensões de nosso planeta Terra são regidas, na ordem, pelas energias dos seguintes planetas: Lua, Mercúrio, Vênus, Sol, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. Ou seja, a primeira esfera infernal (também chamada Círculo Dantesco) é regida pela Lua, a segunda por Mercúrio, a terceira por Vênus etc…
Por que essa correlação entre os 9 planetas e os Círculos Infernais, ou Dantescos? Sabemos que existem duas esferas em todo o universo, sem exceção. As dimensões superiores e as dimensões inferiores. Os céus e os infernos existem em todos os rincões do universo, em todos os planetas, em todas as estrelas etc.
São as duas seções deste edifício cósmico, os andares superiores e os subsolos. Portanto, todas as coisas que têm afinidades vibratórias possuem uma ligação eletiva: O inferno da Terra se liga energeticamente aos infernos de todos os planetas do nosso Sistema Solar, os quais, todos unidos, se ligam a todos os infernos dos sistemas solares de toda a nossa Galáxia Via-Láctea.
E nossa galáxia se une, tanto nas infradimensões quanto nas supras, a outras tantas galáxias de nosso Infinito Cósmico local. E assim por diante…

Resumindo: Tudo se liga a tudo de acordo com as Afinidades Eletivas Vibratórias. Temos também outra correlação filosófica nesta visão de Cosmos e Universos. De acordo com a visão do grande mestre egípcio Hermes Trimegisto, que nos legou os famosos 7 Axiomas Herméticos, o que está fora é como o que está dentro e vice-versa. Sendo essa visão aceita dentro do esoterismo sagrado, então consideramos que todas as 9 supradimensões e as 9 infradimensões estão também dentro de nós. Ou seja, tudo o que vibrarmos, pensarmos, sentirmos e agirmos nos trará uma influência superior ou inferior dos mundos externos, transformando nossa vida num verdadeiro paraíso aqui na terra. Ou num inferno…
Obedecendo a essa linha de pensamento, quais são os defeitos psicológicos, atitudes, emoções etc., que atraem à nossa consciência e às nossas energias pessoais as vibrações inferiores da natureza? Que conflitos, maus hábitos, falsas posturas de vida, defeitos, falhas etc., nos conectam vibratoriamente com os 9 Círculos Infernais?
Antes de continuarmos com mais digressões filosóficas vislumbremos o quão perniciosas são nossas atitudes internas e externas que nos fazem entrar em Ressonância Eletiva com essas infradimensões. Ou seja, quando temos uma atitude interna negativa, nos conectamos energeticamente a um ou mais Círculos, fazendo-nos habitantes momentâneos das Esferas Infernais.
Infelizmente, há pessoas que habituaram-se tanto a viver nesses estados psicológicos negativos que já são habitantes do Inferno mesmo antes de desencarnarem. É interessante notar que esse tipo de pessoa com características negativas atrai unicamente desgraças. São pessoas com más tendências, sua aura é suja, são pessoas que trazem um estranho “peso” ao seu redor, um baixo astral que realmente incomoda aos que estão ao seu redor. Quando nos depararmos com alguém assim, a solução é não nos imantarmos com sua energia suja e ao mesmo tempo suplicarmos às Forças Superiores Divinas para que ajudem a essas pessoas.