É um culto ou religião de origem africana que foi trazida para o Brasil pelos escravos.
Alguns historiadores indicam que o Candomblé foi trazido por escravos oriundos de países atualmente conhecidos como Nigéria e República do Benim.

Os seguidores do Candomblé prestam culto e adoram os Orixás, que são os deuses ou divindades africanas que representam as forças da Natureza.

A designação do Candomblé é mais popular na Bahia, em outros do Brasil é conhecido como Macumba* ( no RJ) e Xangô ( no Recife). Apesar disso, a definição “macumba” normalmente não é adotada pelos seguidores no candomblé, porque muitas tem uma conotação pejorativa.

Rituais no Candomblé

Os rituais do candomblé são liderados pela Yalorixa ( mãe de Santo) ou pelo Babalorixá ( Pai de Santo), sendo que existe uma hierarquia definida.
Muitas vezes os rituais são caracterizados por danças em adoração ao Orixá, que incorporam no filho ou filha de Santo ( Xirê).
As manifestações ocorrem nos terreiros ou Ilês, onde existem altares. Cada Orixá tem um dia específico para oferendas, alimentos específicos para oferendas e obrigações, vestimentas e etc, e alguns seguidores evitam comer alguns alimentos que são considerados proibidos ou não aconselhados.

Nos dias de hoje, os rituais do candomblé, fazem parte da cultura brasileira, sendo um elemento importante do folclore e estando bem presente em várias tradições.

Candomblé e Umbanda

São duas denominações diferentes e fazem parte de correntes religiosas de origem africana. Por alguns são vistos como a mesma coisa, mas existem diferenças entre os dois.
Existem diferenças nas práticas de culto, nas designações de líderes religiosos e natureza das entidades espirituais.

Alguns autores afirmam que o Candomblé é mais procurado porque oferece serviços e soluções a problemas de pessoas mediante pagamento, não presumindo o envolvimento da pessoa na religião.

Tanto no Candomblé como na Umbanda existem Orixás, que são considerados as forças da Natureza. No entanto, são distintas.

Aquela que é considerada a maior diferença é a crença nas entidades e influência destas. Existem entidades na Umbanda cujas origens e funções não são reconhecidas pelo Candomblé. No Candomblé apenas os Orixás podem incorporar nas pessoas, enquanto na Umbanda qualquer entidade pode fazer a incorporação.

Também existem as diferenças entre as duas no modo se entregar **despachos ou oferendas e também nos “preceitos”, que são obrigatórios tanto em oferendas, como em “obrigações” e “feituras de Santo”.

Para todos estes preceitos existem tempo específico, vestimentas ( que podem ou não usar), alimentos ( que podem ou não ser consumidos), rezas específicas a serem praticadas em horários e dias específicos, entre outros, que são chamados de “obrigações”.

Nota:

*Macumba – instrumento de percussão de origem africana, semelhante a um reco-reco.
**Despacho – trabalhos ou oferendas ofertadas às entidades e aos Orixás.
***No Candomblé é permitido o sacrifício de animais para rituais.