O lado sombrio dos deuses

Olá pessoas, aqui é a Tamara da Petasum Corvus. Hoje vou falar sobre algo que quase ninguém menciona mas eu, particularmente, sofri bastante com isso.

O lado negro dos deuses

Deuses são entidades protetoras e nos abençoam em tudo, certo? Errado. Quando cultuamos um determinado Deus buscamos qualidades e arquétipos que queremos presente na nossa vida. Mas todos os deuses tiveram seu ciclo mitológico que também engloba tragédias, sofrimentos e adversidades. Ao buscarmos esse Deus entramos em contato com ambos os lados, luz e sombra, além dos revezes que os arquétipos que queremos traz.

Os deuses podem irradiar

Você já terminou um ritual e se sentiu estranhamente diferente? Como se a energia dos deuses invocados ficasse em você? Isso também pode acontecer quando você trabalha muito perto com um Deus. A energia dele pode irradiar você mesmo sem ter feito um ritual ou magia e acabamos adquirindo essas características que não tínhamos antes.

Exemplificando

Características que observei ao longo do sacerdócio, que são comuns a quem cultua determinados deuses. Vou citar alguns que tenho proximidade, principalmente os celtas.

Afrodite

A Deusa do amor e da beleza é bastante cultuada. Os mitos dizem que as qualidades de Afrodite são essenciais para a alegria da vida, mas o lado sombrio de Afrodite se manifesta quando uma mulher se identifica completamente com os poderes de Afrodite, quando outras qualidades arquetípicas do feminino não são importantes para ela. As tragédias daí decorrentes são tema de inúmeros romances e filmes conhecidos e exemplificadas na vida de certas atrizes e outras celebridades, todas consideradas aqui. O lado sombrio da busca pela beleza fica especialmente aparente com o envelhecimento, quando a mulher Afrodite deve se tornar algo diferente de uma fonte de beleza ou definhar para um fim amargo e solitário. Ainda há aquelas que sofrem muito por amor apesar de serem cobiçadas, se apaixonam, amam demais e ficam presos na armadilha do seu próprio atributo.

Hekate

Como um arquétipo, Hecate preside nosso “lado sombrio” e auxilia na transformação – particularmente quando se trata de reinos psíquicos ou subconscientes (ou o submundo da alma). Ousada, corajosa e implacável, seu arquétipo nos fornece a força necessária para nos aventurar no desconhecido sem medo, pois suas tochas acesas e sua presença guiarão o caminho.
É comum ver os que cultuam Hekate passarem por inúmeras transformações pessoais, uma certa tendência à depressão e a questões emocionais mal resolvidos. O lado sombrio dessa deusa é bem forte.

CONTINUA NA PARTE 2


O DEBATE CONTINUA NO GRUPO DO WHATSAPP E NO DISCORD

GOSTOU DESSE CONTEÚDO? QUER VER MAIS SOBRE ISSO OU SOBRE UM ASSUNTO DE SUA ESCOLHA? SEJA UM APOIADOR DO PORTAL E VEJA AS VANTAGENS, CLIQUE NO LINK PARA SABER MAIS

VOCÊ TAMBÉM PODE APLAUDIR ESSA MATÉRIA FAZENDO UM PIX PARA: IMPERIUMFORTUNA@GMAIL.COM

O que achou da postagem?
+1
2
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *