Meditação para contatar sua Deusa interior

Olá pessoas, eu sou a Delirium da Occulta Umbra, Atos Negros e Imperium Fortuna, e dando continuidade ao mês das bruxas, com posts sobre magia natural e o sagrado feminino, temos mais uma prática.

Em cada um de nós prevalece alguma manifestação da Grande Mãe. Ela pode não se expressar por um dos nomes ou arquétipos conhecidos surgindo, às vezes, como a expressão pura e verdadeira de nossa essência feminina individual.

Em busca da descoberta e da realização de nosso potencial interno, essa faceta da Grande Mãe – nossa Deusa interior – pode se tornar nossa mestra, conselheira e aliada sobrenatural.

Para facilitar esse contato e aprofundar a conexão, sugere-se uma meditação ou visualização dirigida, a ser feita quando a vida nos coloca frente a dificuldades, lições ou opções cuja aceitação ou solução é de difícil ou dolorosa para nós. Ou pode-se simplesmente, buscar esse contato com uma oração ativa e viva, seguindo um “roteiro” imaginativo para prender atenção, mas permitindo as surpresas das revelações espontâneas.

A prática.

Após o banimento e o preparo, crie um ambiente favorável, com música suave, penumbra, incenso e cristais. Deite-se no chão, ou sente-se com a coluna ereta. Inspire profundamente por alguns minutos, trazendo sua consciência para seu centro de poder, três dedos abaixo do umbigo. Perceba as áreas de tensão em seu corpo e relaxe-as, dando ordens mentais para relaxar os músculos do corpo, dos pés à cabeça.

Permita que a música e sua vontade lhe transportem a um lugar amplo e luminoso, pode ser uma planície, um campo ou uma praia. Sinta a brisa em seus cabelos, ouça o canto dos pássaros, perceba o cheiro da vegetação e a terra firme sob seus pés. Na sua frente surge um caminho e você o segue até um portal, pelo qual você passa, observando a paisagem ao seu redor. O caminho segue subindo uma colina, serpenteando no meio de árvores e de grandes pedras. Inspire o ar puro e fresco, continue andando em direção ao topo, absorvendo a energia do lugar. Perto do topo você descobre a entrada de uma gruta, aproxima-se, abaixa a cabeça e entra. Após acostumar-se com a luz difusa dentro da gruta, você percebe um grupo de moças vestidas com roupas brancas e que a saúdam e cercam-na, cantando melodias suaves. Confiante e agradecida, você as segue até um pequeno lago de águas cristalinas. Lá, você tira suas roupas e mergulha, sentindo a água fresca e pura retirando-lhe as dores, dúvidas e angústias. Ao sair, você veste uma túnica branca oferecida pelas moças e segue-as até o fundo da gruta, onde a escuridão é maior. Você sabe que chegou o momento de entrar em contato com sua Deusa interior. Você senta no chão, fecha os olhos e faz uma prece ou invocação silenciosa pedindo, com todo seu coração, algum sinal, mensagem ou até mesmo sua presença. De repente, mesmo com os olhos fechados, você percebe uma luz, e ao abri-los, você vê uma presença luminosa à sua frente. Tente perceber os detalhes desse ser de luz, aos poucos, começando pelos pés, suas roupas, corpo e, respeitosamente, olhe para seu rosto. Sinta-se iluminada por seu olhar, agraciada pelo seu sorriso e abençoada pelo intenso amor e compaixão que dela irradiam.

Fique por algum tempo com ela, pedindo respostas, orientações, mensagens ou um sinal que simbolize a conexão entre vocês.

Agradeça sua presença e guarde em sua mente e coração, sua imagem de luz, que vai lentamente se esvaecendo enquanto você faz uma reverência de depois se despede.

Volte para a entrada da gruta, vista novamente suas roupas e inicie o caminho de volta, descendo a colina, passando pelo portal e chegando ao seu ponto de partida.

Sinta-se renovada, fortalecida, em paz, sabendo que, pela conexão com a Deusa, você conectou-se a você mesma e ao mundo. Abra os olhos devagar, respire profundamente, estique seu corpo, observe seu espaço e levante-se com cuidado, voltando a sua realidade.

 Anote suas experiências e suas percepções no diário, fazendo dessa meditação um ritual no caminho que leva de volta a Grande Mãe.

Essa meditação pode ser feita para se conectar a uma Deusa específica, a regente do mês ou aquela associada ao elemento, direção específica, pode ser a egregora do seu dia de nascimento ou de um dia, qualidade ou atributo de seu momento presente.

Invocação à Lua.

“Senhora do Céu da Noite, salpicado por estrelas, Guardadora dos nossos sonhos e visões.

Mostre-me como transformar o sonho em realidade e como viver bem minha verdade.

Ensina-me a usar minha força de vontade para recuperar meu antigo poder.

Revele as minhas facetas de sombra e de luz para assim alcançar a totalidade.

Mãe, ensina-me a ouvir minha voz interior, silenciando o turbilhão da mente e escutando teu chamado no pulsar do meu coração.”

Gostou da matéria?! Curte, compartilha e nos apoie, nos ajude a continuar produzindo conteúdo de qualidade.

Fico por aqui, e FORTUNA!


GOSTOU DESSE CONTEÚDO? QUER VER MAIS SOBRE ISSO OU SOBRE UM ASSUNTO DE SUA ESCOLHA? SEJA UM APOIADOR DO PORTAL E VEJA AS VANTAGENS, CLIQUE NO LINK PARA SABER MAIS

VOCÊ TAMBÉM PODE APLAUDIR ESSA MATÉRIA FAZENDO UM PIX PARA: [email protected]

O que achou da postagem?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado.