Goetia – Anel de Salomão

Ultimamente tenho reparado na quantidade de buscas sobre goetia que trazem pessoas ao nosso portal, a maioria delas é só o download do Legemeton ou sobre a descrição de algum dos espíritos. Porém o que se vê pouco é a procura sobre os elementos de proteção e segurança do ritual.

Por conta disso resolvi criar uma série de postagens falando um pouco mais sobre os principais elementos utilizados e vou começar com o relativamente mais simples, o Anel/Disco de Salomão.

Anel de Salomão.

“Esta é a forma do anel ou disco de Salomão. Deve ser de prata ou ouro e usado diante da face do magista para preservá-lo das emanações sulfurosas provenientes da respiração fétida flamejante dos espíritos infernais. Em termos práticos é um artefato de proteção usado somente em situações emergenciais. Se por algum motivo a situação sair fora de controle, possuir o anel ou o disco de Salomão será uma garantia de sua segurança. Raramente usado o disco é mais mantido com o conjurador durante o ritual por motives de precaução. A maioria das joalherias de hoje possuem serviços de gravação que poderá ser útil na criação tanto deste como de outros acessórios.”
Essa é a descrição encontrada na maioria dos Legemetons que estão espalhados pela internet, tenham em mente que não é a única e nem a mais correta, mas será dessa que falaremos aqui.
O disco de Salomão pode ser utilizado como medalhão ou face de anel, muitas pessoas confundem esse aparato mágico poderosíssimo com o simples “anel do rei Salomão” que não passa de um anel de prata com um hexagrama em sua face, esse que também é tido como um aparato mágico não é o descrito no Legemeton e não terá o mesmo efeito, logo pode colocar o magista em perigo se ele não prestar atenção.
Segue o exemplo da jóia em questão.
(anel do Rei Salomão)

Mas e o Anel utilizado na Goétia?

O anel/disco utilizado na Goétia pode ser feito de qualquer um desses 3 materiais: Ouro, Prata, Bronze. Variando a utilização de acordo com o espírito evocado. Ou seja ele é uma espécie de escudo poderoso que tem 3 categorias distintas, sendo OURO para espíritos mais poderosos e BRONZE para espíritos menos poderosos.
Ao contrário do “Anel do Rei Salomão” que pode ser comprado em qualquer joalheria o anel/disco de Salomão utilizado na prática Goétia só pode ser confeccionado por um Magista, preferencialmente o detentor do mesmo, mas sabemos que nem todos tem o talento ou os recursos para o mesmo então sempre há alguém na ordem responsável pela criação de tais jóias.

O que escrever no anel/disco de Salomão?

TETRAGRAMMATON : Os primeiros dizeres do anel/disco de Salomão simbolizam os Sagrados nomes do Criador, seria a representação em letras do impronunciável nome de Deus, ele é utilizado não só no anel/disco, mas em praticamente toda a arte Goética como catalizador de elementos mágicos e evocação do poder do Divino.
ANAPHAXETON: O segundo dizer traz essa palavra, as origens dela podem remeter à mais uma evocação de Deus (provavelmente ao Deus do magista em questão, trazendo a proteção da crença individual) ou também pode ser interpretada como um comando de clareza, o que significaria o comando do magista para que a entidade mostre sua real forma (essa é bem improvável num item de proteção.)
MICHAEL: Essa é a parte mais conturbada do anel/disco, teríamos aqui a evocação do arcanjo Miguel, esse por ter em seu repertório a responsabilidade de enviar os anjos rebeldes ao submundo transformando-os assim em demônios, percebam que essa parte do anel vai depender muito da crença pessoal do magista em que anjos realmente seriam os arqui-inimigos dos demônios.
Outra hipótese mais aceita é que por ser um arcanjo e detentor da virtude “explendor” você ao citá-lo estaria evocando essa virtude e não a carga angelical do nome.

Como o anel/disco funciona?

Sempre que citado o anel é descrito como último recurso do magista durante a conjuração, algo como um escudo que deve ser colocado em frente ao rosto para proteger o mesmo das emanações demoníacas do espírito rebelde que foi chamado.
Percebam que pelos elementos nele contido, metal, e os dizeres mágicos, ele claramente serve como catalizador do poder da essência eterna (DG/SAG etc) do magista em momentos difíceis, seria como uma espécie de emanador de energia primordial do operador, liberando uma carga muito grande da mesma para usá-la como proteção em caso de ataque direto da entidade.
Percebam também que ao contrário de outros elementos usado no ritual, o anel não deveria ser usado como item de ostentação de poder ou de comando, pois provavelmente o despendido de energia com a sua ativação pode ser debilitante demais para o operador manter por mais que alguns instantes.

Posso usar o anel em outros âmbitos?

Assim como qualquer anel de proteção ele tem o intuito básico de te proteger então obviamente poderá ser utilizado em outros rituais, mas perceba que ele tem seus efeitos colaterais e é feito de materiais que absorvem muito bem energia alheia, logo não deve ser utilizado com simples artigo de joalheria, mas guardado para os momentos certos para que possa funcionar em sua total potência.

Modificação que podem ser feitas.

Não aconselho mudar algo que pelo visto têm dado tão certo, porém alguns aspectos pode SIM ser alterados pelo magista, alguns deles:
Material: Sabemos que a tríade OURO, PRATA, BRONZE tem seus respectivos usos porém alguns ocultistas em determinadas fases de sua evolução simplesmente não funcionam com alguns desses metais, logo utilizar sempre o metal que mais tem afinidade independente do nível do espírito poderia ser uma mudança aceitável.
Dizeres: Sabemos o significado dos dizeres então substituí-los por dizeres com o mesmo significado e força pode se tornar aceitável, mas reparem que isso remete a um profundo estudos de línguas antigas e reações culturais e filosóficas.
Adição de elementos: Não aconselho a inserção de mais dizeres no anel, isso poderia estragar a “química” da trindade “Deus, Mostre-se e Comando”, porém alguns elementos físicos como pedras e condensadores fluídicos poderiam sim ser implementados, obviamente com prévio estudo.
Bom, acho que tá bom, né, qualquer dúvida deixem comentários 🙂
Expresse sua reação
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry

Latest articles

(PODCAST) Devorador de pecados, charlatão e monetização

Fala galera, nesse Ocultcast falamos sobre os devoradores de pecados e que fim eles tiveram, também levanto a questão dos filhos da puta na...

( INTRODUÇÃO) O Devorador de pecados

Eis um nome que chama mais atenção que seu significado. o Devorador de Pecados é uma tradição que não é mais praticada, provavelmente por...

(LIVRO ZERO +18) Capítulo 41 – O homem amarelo do morro.

Como esperado do Rio de Janeiro era um final de tarde quente, onde pessoas iam e vinham sem camisa e usando o mínimo de...

(PODCAST) Cabala, Qlipoth, Esporro e Fim do mundo

Fala galera, nesse podcast falamos sobre alguns assuntos que geraram polêmica lá no grupo do Whatsapp. Nesse modelos de Ocultcast eu trato de uns...
44,2k Seguidores
Seguir
Artigo anteriorDimensões e Regiões Celestiais
Próximo artigoEgrégora

Related articles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Expresse sua reação
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry