Fé, fundamento de toda magia pt-2

O que faz com que um ser humano, dotado de racionalidade encontre motivos, razões, um lastro cognitivo, persecutivo, que o faça acender uma vela, dizer uma serie de palavras e esperar que um determinado resultado aconteça em razão dos seus atos? Tolice? ingenuidade? Esperança? Fé?

Quantos seres humanos não foram a guerra lutar por ideais as vezes absurdos aos olhos de outros, abusurdos a um olhar racional?

Quantos atos de amor ou paixão não praticamos mesmo contrariando a voz da razão ?

O que faz um extremista radical a praticar atos de terrorismo em nome da religião?

O que nos move? o que nos faz agir? Por que você faz as coisas que voce faz?

Eu entendo particularmente como Fé! Ora, o que é a fé ? muitos definiram fé;

 

” a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem”. (Hebreus 11:1)”

 Biblia Sagrada

 

  1. Nada temais; não temais homens nem Destinos, nem deuses, nem qualquer coisa. Dinheiro não temais, nem a gargalhada da tolice do povo, nem qualquer outro poder no céu ou sobre a terra ou sob a terra. Nu é teu refúgio como Hadit é tua luz; e Eu sou a potência, força, vigor de teus braços.

Liber Al Vel Legis, capitulo III

 

Como podemos verificar com a leitura das referidas passagens dos dois livros sagrados, que se diferenciam por varios aspectos, é que a fé  tem um fundamento na credibilidade, na crença, na confiança, que promove a total entrega e o enstusiasmo para a pratica de um estilo de vida, de dogmas, de atos.

Essa fé que estabelece uma confiança, promove uma força interior e um grande entusiasmo.

Agora que estabelecemos um conceito de fé como um fundamento, passamos agora a considerar os conceitos de magia.

Aleister Crowley definiu magia como  a ciencia e a arte de provocar mudança de acordo com a vontade , em Magick in Theory and Practice.

Dion Fortune definiu a magia como a Arte de provocar mudança de consciencia de acordo com a Vontade.

Donald Michael Kraig, em Modern Magick define magia como a ciencia e a arte de provocar mudança de acordo com a vontade, usando meios não entendidos atualmente  pela ciencia tradicional ocidental.

Chic Cicero e Sandra Tabatha Cicero, na obra  Essencial da Golden Dawn, Introdução a Alta Magia definem magia da seguinte forma :

 

“Magia é a arte e a ciencia de provocar mudança de acordo com a vontade. Essa mudança pode ocorrer (1) no mundo manifesto exterior; (2) na consicencia do mago; e (3) com mais frequencia nos dois, pois mudar um quase sempre resulta na mudança do outro. A mudança magica ocorre de um modo que não é entendido pela ciencia moderna porque ela opera por meio do não-manifesto – manipulações sutis dos reinos invisiveis,espirituais. No entanto as obras de magia estão sujeitas à lei natural.Os efeitos da magia são, algumas vezes, bem visiveis no mundo fisico, e outras vezes, aparentes apenas em um nivel pessoal, espiritual.As obras da Magia não estão confinadas aos limites de tempo e espaço”

Essencial da Golden Dawn, Introdução a Alta Magia, Editora Madras 2008

Não se poderia deixar de mencionar a visão de uma das mais celebres personalidades do cenario ocultista mundial, de todos os tempos, o arquefeiticeiro Henrique Cornelio Agrippa de Nettesheim, em sua obra que transcende os limites do tempo, seu livro Tres Livros de Filosofia Oculta, onde no capitulo II ele coloca su definição de magia como a mais perfeita e principal ciencia, a mais sagrada e sublime espécie de filosofia e a mais absoluta perfeição de toda a excelentissima Filosofia.

Continua na parte 3


GOSTOU DESSE CONTEÚDO? QUER VER MAIS SOBRE ISSO OU SOBRE UM ASSUNTO DE SUA ESCOLHA? SEJA UM APOIADOR DO PORTAL E VEJA AS VANTAGENS, CLIQUE NO LINK PARA SABER MAIS

VOCÊ TAMBÉM PODE APLAUDIR ESSA MATÉRIA FAZENDO UM PIX PARA: IMPERIUMFORTUNA@GMAIL.COM

O que achou da postagem?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Citou Metre Therion , me indetifico muito por que há anos venho estudando e praticando Thelema e livros de psicologia e ocultismo destrinchando as características de Aleister Crowley em fim… Tenho três livros de Eliphas Levi e ela fala sobre a Fé que , na qual , é o elemento fundamental da magia .