(PRÁTICA) Exorcismo da Lua

Mais uma típica conjuração angelical, quase como uma súplica para garantir a proteção e paz necessária do dia a dia, aconselhável sempre ser feita apenas por devotos que sigam o caminho da mão direita.

“Treze mil Raios tem o Sol, Treze mil Raios tem a Lua, Treze mil
vezes se arrependam nossos Inimigos Ocultos…

Com infinita humildade e grande amor, em nome do terrível
Tetragrammaton, eu vos invoco, Seres Inefáveis.

Em nome de Adonai e por Adonai, Adonai, Eye, Eye, Eye, Kadosh,
Kadosh, Kadosh, Achim, Achim, Achim, La, La, La, Forte La…

Que resplandeceis sempre gloriosos na montanha do Ser, eu vos rogo por
misericórdia que me auxilieis agora.

Tende piedade de mim que nada valho, que nada sou.

Adonai, Sabaoth, Amathai, Ya, Ya, Ya, Marinat, Abim, Iehia, Criador de tudo o que é e será.

Vos rogo em nome de todos os Elohim que governam a primeira Legião, sob o comando de Orfamiel, pelos treze mil Raios da Lua e por Gabriel, para que me socorrais agora mesmo.

Vinde a nós, por Adonai, o Anjo da Alegria e da Luz.

Reconheço que sou tão só um mísero verme do lodo da terra. Amén…”

O que achou da postagem?
+1
0
+1
0
+1
0

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *