IMPERIUM FORTUNA

Conjurando...

IMPERIUM FORTUNA

Fazer Pacto

PETASUM CORVUS - 11/04/2022

Eu acredito em Fadas. E vocês? pt-3

Olá queridos, Eu sou a Tamara do Pentasum Corvus e hoje trago a última parte do meu assunto favorito: o povo das fadas no mundo celta

Há uma longa e complexa associação entre o Povo das Fadas e os mortos e, de fato, é difícil separar os dois grupos em muitos casos. Os mortos geralmente aparecem entre daoine, especialmente os recém-mortos, e muitas histórias mostram alguém vendo um amigo ou parente que se pensava estar morto em um mercado. Isso é muitas vezes explicado dizendo que a pessoa não havia realmente morrido, mas na verdade foi levada pelo Povo das Fadas e um changeling deixado para trás, que foi enterrado em nome da pessoa (um truque comum com noivas e outros jovens atraentes). A conexão é mais profunda do que isso, pois os sidhe em que o Povo das Fadas vivem são muitas vezes túmulos antigos, como Brugh na Boyne (Newgrange). Em muitos contos de fadas, acredita-se que uma pessoa tenha morrido, mas aparece, muitas vezes em sonho, a um ente querido e explica que ela foi levada para o País das Fadas e pode ser resgatada de uma certa maneira, geralmente pela pessoa viva que vai para uma encruzilhada à meia-noite para resgatá-lo.
As oferendas aos daoine sidhe tradicionalmente incluem leite, manteiga e pão, deixados na porta ou nas raízes de uma árvore, bem como qualquer bebida que se está bebendo e é derramado no chão. Além disso, às vezes o leite pode ser jogado no ar para as fadas ou manteiga enterrada perto de um pântano como uma oferenda a eles. Bebidas alcoólicas também são bem vindas e lembro da minha vó deixar um cálice de bebida para o Povo Gentil.
Os daoine sidhe podem abençoar ou prejudicar as pessoas. Presentes de fadas podem ser bons e levar a grandes bênçãos, ou podem ser ilusões que se transformariam em folhas ou grama ao amanhecer. O sidhe gaoithe (vento das fadas) que era um sinal da presença de fadas, poderia trazer doenças ou causar ferimentos. Elfshot é outra doença de fadas bem conhecida, uma dor súbita, cãibra ou pontada causada por uma flecha de fadas invisível disparada no corpo por um daoine sidhe irritado. Elfshot também pode ser usado contra o gado, que lentamente definharia após ser atingido. Em muitos casos, também acreditava-se que o elfshot era um poder dado às bruxas, que elas aprenderam com as fadas – de fato, acreditava-se que muitas bruxas irlandesas e escocesas aprenderam tanto a maldição quanto a cura do Povo das Fadas. Em contraste, embora aqueles que eram considerados amigos dos daoine sidhe muitas vezes tivessem conhecimento especial e ensinassem coisas como cura e magia, ou um músico poderia receber grande habilidade.
Há uma variedade de feitiços de proteção contra o Povo das Fadas, numerosos demais para serem abordados aqui, mas vou oferecer alguns exemplos de como trabalhar com fadas.
Honrar e oferecer aos daoine sidhe é – ou deveria ser – um aspecto importante de uma prática politeísta celta. O Povo das Fadas tem estado entre nós há muito tempo e buscar um relacionamento com eles é uma prática que devemos continuar em nosso mundo completamente moderno, em vez de virar as costas para o Outromundo que existe há tanto tempo lado a lado com o nosso. Honrar os daoine sidhe não apenas previne má sorte, mas pode conceder boa sorte e bênção e, mais importante, ajuda a criar um relacionamento recíproco entre nós e o Povo das Fadas baseado em respeito e amizade.

QUE TAL SER UMA BRUXA DAS FADAS?

Introdução à feitiçaria e bruxaria celta das fadas.

Quando você pensa na palavra “fada”, não é surpresa que as imagens de pequenas e delicadas criaturas com asas coloridas e finas vêm imediatamente à mente. Estamos todos familiarizados com as criaturas da lenda e do folclore, com algumas que são gentis ou benevolentes, ajudando a humanidade e outras histórias que falam de fadas desonestas que atraem as pessoas para o reino das fadas apenas para serem perdidas para o mundo para sempre. Mas essas são histórias fictícias, os contos que nos cativaram quando crianças e os tipos de fada associados à Feitiçaria Celta e à Bruxaria das Fadas são muito mais do que meras imaginações.

O que é Bruxaria das Fadas?

A Bruxaria das Fadas ou a Faery Witchcraft é uma religião politeísta e um modo de vida que é apenas uma pequena tradição que se encaixa no termo mais amplo “Bruxaria Celta”. Outras tradições que se enquadram na categoria principal da magia celta incluem a tradição druídica, a ordem dos bardos, o reconstrucionismo druídico, a Pecti bruxaria e a Caledoni, entre outras. A diferença entre os Druidas e o Reconstrucionismo Druida está em seu foco, com o último grupo focando em práticas mágicas modernas. Ao mesmo tempo, os druidas procuram reviver os caminhos do velho druidismo da maneira mais inalterada possível e o Reconstrucionista busca trazer às práticas antigas adequadas aos dias de hoje. Pecti Bruxaria, com foco nas práticas dos antigos pictos, é um caminho solitário, enquanto Caledoni tem um foco maior nas tradições escocesas.

A Bruxaria das Fadas envolve a adoração de uma ou mais divindades patronas do antigo panteão celta; essas divindades são seres sobrenaturais ou Fae (todo tipo de espírito não humano). As bruxas celtas ou feéricas integram práticas mágicas com a celebração de antigos feriados pagãos, honra os ciclos sazonais, solares e lunares, os ritmos da terra, da natureza e do Divino compreendidos através de vários aspectos de Deuses/Fae. O praticante de feitiçaria das fadas pode escolher um caminho solitário ou trabalhar com o apoio total de um Clã/Coven. Essa magia não é apenas uma religião, mas uma prática que molda e enriquece a existência cotidiana. A prática é uma forma sincrética de feitiçaria, tecendo crenças celtas enquanto se concentra no trabalho com seres mágicos, elementais e espíritos da natureza. As práticas geralmente envolvem trabalhar na natureza quando possível, com rituais realizados nas florestas, bosques ou perto de lagos ou grandes massas de água (mas quando isso não é possível, o praticante pode trazer elementos do mundo natural para práticas rituais e feitiços). A magia é centrada nos habitantes do Sídhe, assim como o respeito por todas as criaturas, grandes e pequenas. Como as Fadas englobam espíritos diversos, há de se saber que nenhum é totalmente bom ou mau, eles são o que são e você precisa entender quem convida para interagir. Saber sobre seus aspectos, seus gostos é parte importante da Magia das fadas. A jornada é longa e às vezes difícil, não espere suavidade e beleza, eles não são santos nem anjos, não é aconselhável pedir bênçãos antes de construir um relacionamento com fadas.

‘Fada’ vs. ‘Fae’: as diferenças não tão sutis

Ao ler sobre Bruxaria das Fadas e Feitiçaria Celta, as palavras “faery”, “fairies”, “fae” e “fay” são usadas de forma intercambiável (todos a tradução é fada). Mas existem algumas diferenças importantes no significado. Assim como é com “magic” versus “magick”, o último termo que Alister Crowley cunhou para denotar as diferenças entre prestidigitação e as artes mágicas arcanas, “fada” representa seres espirituais ou divindades reais.

Ao fazer referência a Seres Espirituais ou divindades Celtas e bruxaria das fadas, o termo apropriado é “Fae”. “Fada” refere-se a criaturas encontradas entre as páginas imaginativas dos contos de fadas; sim, há algum cruzamento aqui, pois os personagens dos contos de fadas podem ser elfos, fadas, duendes e outros seres do folclore. O Tuath Dé Danann é um exemplo, onde há muito escrito sobre eles em contos de fadas e transmitidos através de tradições orais de contar histórias. Ainda assim, os praticantes veem os Tuath Dé como seres sobrenaturais e imortais que interagem com o mundo e a humanidade.
Quando crianças, muitos de nós aprendemos que os seres sobrenaturais não são reais. Nossos pais nos ensinam a pensar racionalmente e a considerar os personagens da literatura como nada mais do que um produto da imaginação. Ao falar de contos de fadas, a palavra “fada” refere-se aos seres do reino do outro mundo como irreais ou fictícios. O uso “Faery” faz o oposto; ela nos permite honrar seres sobrenaturais reconhecendo sua existência e reconhecendo sua influência sobre os humanos e o mundo como muito real.


GOSTOU DESSE CONTEÚDO? QUER VER MAIS SOBRE ISSO OU SOBRE UM ASSUNTO DE SUA ESCOLHA? SEJA UM APOIADOR DO PORTAL E VEJA AS VANTAGENS, CLIQUE NO LINK PARA SABER MAIS

VOCÊ TAMBÉM PODE APLAUDIR ESSA MATÉRIA FAZENDO UM PIX PARA: IMPERIUMFORTUNA@GMAIL.COM

ORDO IMPERIUM FORTUNA É um portal de magia, ocultismo e esoterismo, trazendo material das antigas Atos Negros e Soturnas Escrituras, temos a responsabilidade de trazer apenas material de qualidade e real, desbanalizando essa arte tão sagrada.