Existe uma qualidade psíquica chamada clariaudiência que consiste em ouvir vozes e sons originários de outros planos, mas não esclareceram ainda exatamente como ocorre, e eu como clarividente explico direitinho para você porque também “escuto”!

Os sentidos que consernem a este plano físico são ligados à biologia, como tato, olfato, visão, paladar e audição, porém em outros planos é bem diferente! Não há dependência da biologia que é baseada em matéria, e sim em “sentidos espirituais”, ou seja, ligados diretamente com a consciência do espírito. Logo, como todos nós somos espíritos, temos também os sentidos do espírito!

E como ocorre essa coisa de “ouvir vozes”? Algumas pessoas dizem ouvir com os ouvidos! Uma confusão das grandes! Porque não é possível um som de outro plano se manifestar no plano físico. “Ah! Mas fulaninho escutou junto comigo!” O espírito de fulaninho escutou o mesmo que o seu espírito escutou (captou é a palavra certa). Vocês estavam conectados à mesma “coisa” que enviou o “som”.

Tudo na verdade é mental! Seu cérebro só traduz e é importantíssimo treinar o cérebro estudando, para assim ter bagagem de entendimento do que vem ao seu mental. As vozes do além são por inúmeros motivos. Alguns bons como alertas, outros ruins como perturbações. Por afinidade é possível estabelecer até longas conversas com entidades, assim como por afinidade também é possível você ser influenciado auditivamente de forma destrutiva achando que é sua própria voz na cabeça.

“Ai Sô, não quero mais ouvir nada!” Sinto lhe informar que isso não tem botão de desligar, mas é possível controlar. Um passo básico para manter um controle é vigiar seus pensamentos e elevar sua vibração, para assim os sons do inferno não te alcançarem, a não ser que você queira ouvir entidades de planos densos por algum motivo muito bom, mas aí haja discernimento!