No misticismo matemático de Pitágoras por muito influente que acreditamos que fosse, encontrou poucos seguidores no mundo da antiga filosofia grega. A maioria dos pensadores da época afirmavam que detrás do mundo que experimentamos deveria ter uma única fonte que vinha de todos os outros e deveria ser uma substância material. Tales de Mileto, o primeiro filósofo grego afirmou que era água; Heráclito pensava que era fogo e outros tinham opiniões diferentes.

Empédocles em algum momento de sua agitada vida encontrou tempo para escrever largos poemas: As purificações, e sobre a naturaleza dos seres vivos, a primeira alegação da teoria dos quatro elementos.

Para ele a grande diversidade do mundo mostrava que não poderia existir uma única fonte de tudo. Em um lugar quatro substâncias básicas

ar, fogo, água e terra.

Foi nas emergentes tradições do ocultismo ocidental onde a teoria Empédocles encontrou sua casa. O hábito de dividir o mundo em quatro categorias foi tão útil para magos e ocultistas, que os quatros elementos foram o conjunto de simbolos mais influentes na teoría e prática do oculto.

By Níssia Cristina