(INTRODUÇÃO) Baphomet, o que é?

Baphomet  é uma síntese de vários conceitos mágico-místicos, mais conhecida por sua relação com os Templários e a Maçonaria.

Uma das imagens de mais forte presença no universo ocultista de nossa época, por vezes erroneamente interpretada como uma rebuscada representação do diabo católico, recebe o nome de Baphomet. Todavia, apesar de muito ter sido especulado sobre o lendário ídolo dos Templários, pouca informação confiável existe a respeito desta enigmática figura. Daí vêm as inevitáveis questões: o que de fato esta imagem significa e qual a sua origem? Além disso, o que ela hoje representa dentro das Ciências Arcanas? Há algum culto atualmente celebrado cujos fundamentos estejam calcados neste Mistério

História

Em 1307 uma série de acusações daria início a cruel perseguição imposta pelo Papa Clemente V (Arcebispo de Bordéus, Beltrão de Got) e pelo Rei de França Felipe IV, mais conhecido como Felipe o Belo, contra a Ordem dos Cavaleiros do Templo, também chamada de Ordem dos Pobres Cavaleiros de Cristo, ou, simplesmente, Templários. O processo inquisitorial movido contra os Templários foi encerrado em 12 de setembro de 1314, quando da execução do Grão-Mestre da Ordem do Templo, Jacques de Molay, juntamente com outros dois Cavaleiros, todos queimados pelas chamas da Inquisição.

No longo rol de acusações estavam: a negação de Cristo, recusa de sacramentos, quebra de sigilo dos Capítulos e enriquecimento, apostasia, além de práticas obscenas e sodomia. O conjunto das acusações montaria um quadro claro do que foi denominado de desvirtuação dos princípios do cristianismo, os quais teriam sido substituídos por uma heterodoxia doutrinária de procedência oriental, sobremodo islâmica.

No entanto, dentre as inúmeras acusações movidas contra os Templários, uma ganharia especial notoriedade, pois indicava adoração a um tipo de ídolo, algo diabólico, entendido como um símbolo místico utilizado pelos acusados em seus supostos nefastos rituais. Na época das acusações, costumava-se dizer que em cerimônias secretas, os Templários veneravam um desconhecido demônio, que aparecia sob a forma de um gato, um crânio ou uma cabeça com três rostos. Na acusação, embora seja feita menção a adoração de uma “cabeça”, um “crânio”, ou de um “ídolo com três faces”, nada é mencionado, especificamente, sobre a denominação Baphomet.

Origem do nome do Baphomet 

A origem da palavra Baphomet ficou perdida, e muitas especulações podem ser feitas, desde a impossível derivação (corruptela, deformação) de Mahomet (o nome do profeta do Islã), até Baph+Metis do grego “Batismo de Sabedoria”.

A palavra “Baphomet” em hebraico é como segue: Beth-Pe-Vav-Mem-Taf. Aplicando-se a cifra Atbash (método de codificação usado pelos Cabalistas judeus), obtem-se Shin-Vav-Pe-Yod-Aleph, que soletra-se Sophia, palavra grega para “Sabedoria”.
O nome do Baphomet dos Templários, que deve ser soletrado cabalisticamente para trás, é composto de três abreviações: Tem. ohp. AB., Templi omnium hominum pacts abbas, “o pai do templo da paz de todos os homens”

Mas o que era o Baphomet?

Acredita-se que ele tenha tido ligação com os Templários porque alguns de seus cavaleiros confirmaram – nas torturas de Felipe, o Belo – terem prestado reverência a um símbolo cuja as descrições eram semelhantes aos do Baphomet (mas nunca ficou claro ao que exatamente eles estavam se referindo) e, por serem encontradas supostas referências ao mesmo nas suas construções.

Nas construções góticas Templárias, em que podem ser identificadas algumas imagens que se relacionariam diretamente com a descrição de Baphomet, eles são, aparentemente, tomados por gárgulas. Porém, se analisarmos bem, podemos ver que seus símbolos são referentes ao mesmo. As figuras mais famosas estão nas construções da Comendadoria Saint-Bris-Le-Vineux e da Igreja de Saint-Merry. Entretanto, a imagem mais conhecida de Baphomet foi feita pelo escritor e martinista Eliphas Levi, no século XIX.

Não havia uma imagem padronizada do Baphomet, na época. Ele geralmente era parecido com um Gárgula de chifres. Sendo que alguns tinham mais elementos que os outros – mas nunca perdendo seu objetivo de apresentar as bases Alquímicas.

Simbolismo

Baphomet é um símbolo que contei vários símbolos dentro dele.

  1. A CABEÇA:
    02. A TOCHA:
    03. OS CHIFRES:
    04. AS LUAS:
    05. O PENTAGRAMA:
    06. “SOLVE” E “COAGULA” (nos braços):
    07. OS BRAíÇOS:
    08. AS ESCAMAS:
    09. AS ASAS:
    10. AS PATAS:
    11. O FOGO:
    12. OS SEIOS:
    13. AS VESTIMENTAS:
    14. O CUBO:
    15. O CADUCEU:
    16. A FIGURA:01. A CABEÇA:
    possui a cabeça com características de chacal, touro e bode,
    representando os chifres da sabedoria, virilidade e
    abundancia. O chacal representa Anúbis (o deus-chacal) e
    também o Mercúrio dos Sábios, o Touro representa o elemento
    terra e o Sal dos Filósofos e o bode representa o Fogo e o
    Enxofre fixo. Juntos, a cabeça da imagem representa os três
    princípios da Alquimia.Também a cabeça representa a matéria
    conhecedor ou responsável da mesma.02. A TOCHA:
    A tocha entre seus chifres representa a sabedoria divina e a iluminação. Tochas estão associadas ao espírito nos 4 elementos e colocadas sobre a cabeça de uma imagem representam a inspiração divina. Isso pode ser observado até os dias de hoje, em personagens de quadrinhos que, quando tem uma idéia, aparece uma lâmpada sobre suas cabeças (grande Walt Disney!).

03. OS CHIFRES:
O conjunto dos dois chifres também representam as duas
colunas na árvore da Vida e o fogo sendo o equilíbrio entre
elas. Os chifres também representa o conhecimento, a sabedoria.

04. AS LUAS:
A lua branca representa a magnanimidade de Chesed (Júpiter)
e a lua negra o rigor de Geburah (Marte). Este signo expressa a perfeita harmonia da misericórdia com a justiça. 

05. O PENTAGRAMA:
O pentagrama na testa de Baphomet representa a lei e Netzach
(Vênus), o Pentagrama, o símbolo da proteção e da magia.
Importante notar que ele se encontra voltado com a ponta
para cima, simbolizando o espírito dominando os 4 elementos. Homem que domina a matéria, que simbolizando o homem evoluído e espiritualmente consciente.

06. “SOLVE” E “COAGULA” (nos braços):
Nos braços do Baphomet estão escritos Solve no braço que
aponta para cima e Coagulaâ no braço que aponta para baixo.
Solve representa dissolver a luz astral e coagula significa
coagular esta luz astral no plano físico. Em outras palavras:
tudo aquilo que você desejar e mentalizar no plano astral irá
se manifestar no plano físico.

07. OS BRAÇOS:
Os braços nesta posição representam o “Tudo o que está acima é igual ao que está abaixo”, ou “O microcosmo é igual ao macrocosmo”, ou “Assim na Terra como no Céu”. É a mesma posição dos braços representada no Arcano do Mago no tarot.

08. AS ESCAMAS:
possui as escamas, representando o domínio sobre as águas,
ou emoções.

09. AS ASAS:
a imagem possui asas, representando o domínio sobre o Ar, ou
a razão.

10. AS PATAS:
a imagem possui patas de bode, representando seu domínio
sobre a Terra, ou o material. Também representam a escalada
espiritual.

11. O FOGO:
a imagem possui fogo em seus chifres, representando o
domínio sobre o Fogo. Iluminação divina etc…

12. OS SEIOS:
Os seios representam a maternidade e a fertilidade, e também
o hermafroditismo, simbolizando que a alma não possui sexo e
que não somos homens ou mulheres, mas estamos homens ou
mulheres.

13. AS VESTIMENTAS E O CORPO:
a imagem está parcialmente coberta, parcialmente vestida,
representando que o corpo não está apenas no plano material
(roupas), mas por debaixo da matéria está também o espírito
(parte nua). Podemos perceber isto melhor nos arcanos
Estrela e Lua no tarot.

14. O CUBO:
Baphomet está sentado sobre o cubo. O cubo e o número 4
representam o Plano Material, e estar sentado sobre ele
representa o domínio sobre o plano material (vide arcanos
Imperador e Imperatriz no tarot).

15. O CADUCEU:
O falo do Baphomet é o Caduceu de Hermes, representando a
Kundalini e as energias sexuais ativadas, a virilidade e todo o
desenvolvimento dos chakras.

16. A FIGURA:
a figura de Baphomet representa a Esfinge, aquela que guarda
os portais das iniciações, pela qual os covardes não passarão.
Aquele que teme uma figura por pura ignorância nunca será
um iniciado.

Expresse sua reação
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry

Latest articles

(PODCAST) Estou sofrendo ataque astral?

Fala galera, nesse Ocultcast falaremos um pouco sobre os sintomas que podemos estar sofrendo durante essa época complicada no mundo, será que você também...

Minha família não aceita minha religião, o que fazer?

Escrevi essa matéria pensando em pessoas que já passaram o mesmo que eu, não foi fácil, porem tudo se dá jeito menos a morte,...

(INTRODUÇÃO)  Como funcionam as runas?

​Então, alguns de vocês não parecem entender como funcionam as runas ... Ela não é um oráculo. As runas não conseguem prever o futuro, elas...

Estilo de Vida Mágico: Bruxaria Diária

Para experimentar a magia em sua vida diária, você precisa abrir espaço para ela. Todo dia pode ser mágico se você fizer uma escolha...
44,2k Seguidores
Seguir

Related articles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Expresse sua reação
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry