A tempos que não ouço falar disso, mas tenho certeza que deve ter muita gente enfiada em porão escuro se auto-iniciando… Pois é, outra coisa que já foi moda, o magista, como a maioria se auto-denominavam na época, tinha duas opções: Entrar para uma ordem, grupo ou coven ou se auto-iniciar.

Iniciação e grupos e ordens.

Essa é a forma mais conhecida de todas, seja ela num âmbito oculto ou não. Para se entrar num grupo você passava por algum tipo de provação ou ritual de aceitação, depois de aceito você recebia alguma espécie de status no grupo/ordem e isso obviamente lhe abria caminhos com o que quer que esse grupo tratasse, ou seja sendo iniciado você tinha acesso a conhecimentos e informação que não-iniciados não tinham.

Percebam que isso pode acontecer com qualquer grupo, seja ocultista ou não, até crianças tem seus próprios rituais de iniciação para testar a fidelidade e qualidade de seus novos membros, e obviamente isso continuará a existir por um bom tempo.

 

Auto-iniciação.

Se você leu o parágrafo anterior deve estar se perguntando como seria uma auto-iniciação… pra facilitar pra vocês imaginem ela num âmbito não ocultista, ou seja, a pessoa entra para determinado grupo fazendo alguma espécie de ritual de passagem porém o grupo em questão não sabe que isso ocorreu… pois é, estranho não?

Temos também a auto-iniciação não física, ou seja, você na verdade está sendo observado por alguma espécie de divindade, entidade ou deus que lidera ou assume determinado grupo, por exemplo, digamos que você queira se auto-iniciar no satanismo, você faria um ritual de auto-iniciação e estaria sozinho apenas na presença de satã, que ao final aprovaria sua entrada como um verdadeiro aceitador da “doutrina” satanista.

Obviamente podemos substituir satã por qualquer outra entidade, sejam anjos, djinns a deus… que seja, sendo onipresente tá valendo.

Bom em suma é isso, percebam que a auto-iniciação parece muito mais com uma auto-afirmação do que qualquer outra coisa, o único problema é que por estar “sozinho” durante o juramento não haveria quem lhe castigar ou repreender caso você vacilasse e quebrasse seu voto, até por isso auto-iniciados raramente são levados à sério por ordens ou estudantes sérios.

 

Bom, você é auto-iniciado? Fale um pouco pra galera do site como foi e como é depois do rito, no meu tempo existiam muitos hoje em dia não vejo quase ninguém, relatos seriam uma boa.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui