A maioria de nós entrou em contato com o ocultismo graças a algum tipo de curiosidade relacionada à uma lenda qualquer, vampiros, demônios, lobisomens e etc… algumas encontramos as bases e outras percebemos não se passar de contos de terror para ensinar lições às pessoas, hoje vou falar das fantasmagóricas mulheres de branco que por todo o mundo andam matando pessoas e causando pânico em quem lhes vê chegando.

O nome original desse post seria “Banshee”, porém conforme fui formulando o que ia escrever ficou simplesmente impossível usar apenas uma manifestação dessa entidade para figurar o que preciso passar mas como sabemos que ela é atualmente a mais pop, vamos começar com ela.

Temos uma descrição bem completa da Banshee na wikipedia, quem quiser ler um pouco sobre pode começar por lá, mas o básico que precisamos saber é que ela tem origem celta, é um elemental e nunca traz boas notícias.

De acordo com a lenda a banshee seria uma espécie de fada que tinha um acordo com as principais famílias irlandesas, ela deveria chorar no enterro dos membros da mesma, o que por lá é uma tradição importante, aqui é só questão de status, onde chega-se a contratar atrizes para chorarem por um filhodaputa qualquer… mas bem, lá eles foram além, eles tinham cada um um elemental que o fazia, levando em consideração que a tradução de banshee carrega o termo “fada”, provavelmente seria um elemental da terra, mas tá tudo muito bonito né, vamos começar a mostrar o lado sujo.

A banshee não era só responsável por chorar no enterro dos membros dessa família, ela também deveria chorar havendo enterro ou não, ou seja , todos os membros da família ouviriam esse choro sobrenatural quando alguém da família morresse, esse era o pacto real. Sabemos que hoje em dia temos celulares pra isso, mas naquela época nada melhor que um elemental para avisar que fulano ou  Sicrano  foi pro saco.

Qual a vantagem disso?

Já viu Game of Thrones? pois é, se eles tivessem banshees avisando sempre que algum membro da família morresse muita coisa poderia ter sido planejada, além do que sempre que existe guerra de famílias o intuito é sempre o mesmo, que só sobre uma.

Mas de onde vem o medo do cidadão comum por essas fadas? Reza a lenda que em seu tempo de folga essas entidades vagavam pela floresta e ao encontrar um homem elas gritavam, e cada grito representava os dias que ele ainda tinha de vida.

Você deve estar se perguntando, e se fossem muitos? Teríamos uma banshee rouca de tanto gritar? A resposta é não, a banshee não aparecia aleatoriamente, ela surgia exatamente para pessoas que iriam morrer, logo o medo não era da banshee em si mas do fato de tê-la encontrado, pois a fada em si não fez nada só te avisou, a triste verdade era que algo fatal estava por vir.

Então banshees são boazinhas?

Não diga isso nem de brincadeira, percebam que os caminhos podem fluir em qualquer direção, ela pode tanto ser o elemental que simplesmente veio te avisar como pode ser o elemental que encurtou sua vida ao te encontrar, e é dessa premissa que as pessoas tem medo, de que ela não só saiba quantos dias você tem mas que também tenha ditado isso.

Mas por que diabos um elemental faria isso?

Não fariam, essa é a verdade, mas lembra do papo sobre 5 famílias poderosas que contrataram fadas? Muito provavelmente elas deturparam esses elementais e com o fim inevitável da linhagem elas se tornaram seres independentes e se multiplicaram por ai, e isso gerou suas variações.

 

Chorona

Sim, ela chora pacas e por isso ganhou esse nome, a história dela é bem menos impressionante que a da banshee, talvez pelo fato de ser mais recente também e de provir de um mundo com bem menos misticismo.

A chorona é uma mulher que vaga por beiras de rios e vilas nos interiores chorando pela noite, sem motivo aparente e sem explicar nada ela simplesmente passa trazendo sua névoa fantasmagórica e seu choro que pode ser ouvido à longas distâncias. Todos já sabem que não se deve ir atrás dela, porém alguns imbecis tentam a sorte e o resultado final é péssimo ao se ouvir o choro ou entrar em contato com sua aura, ou você bate as botas ou fica maluco para sempre… curiosidade matou o gato.

A origem dessa entidade é mexicana, alguns dizem que foi uma mulher que após ser abandonada por seu marido resolveu que era melhor acabar coma  própria vida e arrastou seus filhos pro rio chorando e os matou afogados. outra versão dita que ao ser abandonada no altar perdeu o amor pela vida, mas não por seu amante, e o esperou enquanto definhava e por fim morria.

Reparem que essa lenda é muito mais voltada ao lado humano da entidade e as origens são indiscutivelmente normais.

 

Mulher de branco

Essa é bem brasileira, e como quase tudo por aqui, meio sem sentido. A mulher de branco seria uma entidade gerada a partir da tristeza aguda de uma mulher com sua morte violenta, sabemos que no Japão isso é motivo para várias maldições, e vejam que aqui no Brasil também temos uma entidade que passa por essa mecânica.

Uma mulher que por ter tido uma morte muito violenta não encontra a paz e vaga por estradas, cemitérios, rios e lagoas com seu vestido branco tentando se vingar de quem a matou ou contar a história de sua morte à alguém (muito supernatural, não?).

 

E eis o por que do título, todas as três, seja  a banshee, a chorona e obviamente a última, todas se vestem na maioria dos casos de branco, seja com um belo vestido longo, seja com roupas aos farrapos, elas sempre estão de branco.

E por que isso?

Obviamente não posso responder com certeza mas quero que vocês lembrem de uma coisa interessante, no Japão e em alguns países do oriente a cor do luto é o branco e não o preto como fazemos por aqui, e todas essas entidades estão relacionadas à morte, o que nos leva a crer que elas são as irmãs mais novas de uma entidade mais antiga e oriental, o que torna tudo um pouco mais assustador.

Assustador, por que?

Reparem que até então eu contei sobre origens, comportamento geral e lendas sobre essas entidades, não há nada ou quase nada de ocultismo ali e sim folclore, porém as 3 meninas tem uma presença bem marcante para praticantes de ocultismo, podendo inclusive ser conjuradas e comandadas, e isso nos levaria a um ponto interessante se formos pensar que existe uma “mãe” para todas elas.

 

Vou terminando por aqui antes que o post fique cansativo demais.

Lembrando sempre que posts mais votados terão continuação mês que vem.

hasta.