A água da guerra é um exemplo de “catalisador fluídico” do sistema do Hodoo. Esses catalisadores são nada mais que líquidos energizados por alguns itens despejados no interior da garrafa e com um uso específico, de acordo com a intenção do usuário.

 São em geral simples de serem feitos e tem usos tão diversos quanto as bolsas gris gris. Só que são líquidos.

O exemplo que daremos aqui é a Agua da Guerra, mas com um pouco de criatividade e pensamento lógico, podemos criar uma para amor, paz,dinheiro e etc.

Para o exemplo dado precisaremos dos itens:

-Garrafa de vidro (não importa a versão, sempre vidro)

-Água mineral, ou água natural recolhida da chuva ou rio/lago

-pó de aço/ferro,sobra de ferragens pequenas

-Musgo (cresce em locais úmidos)

-Pregos (de hospitais para doenças, do trabalho do alvo para demissão, de sanatório para loucura e de cemitérios que falam por si só. Caso seja inviável, é possível energizar o prego no local relativo ao intento, ou usar outros locais que façam sentido com a intenção.)

Todos devidamente energizados e consagrados em horas de Marte.

Procedimentos: Simplesmente coloque os elementos mencionados na água e espere até que toda água tenha ficado vemelha como sangue devido a ferrugem. Espere o tempo necessário e utilize o catalisador em seu ritual de destruição ou meramente atire sobre uma pegada do alvo. Em casos de “inimigos declarados” a garrafa deve ser atirada sobre um local onde o alvo passe constantemente (antes dele passar, obviamente) ou quebrada no quintal de sua casa (o método mais eficiente é quebrando violentamente a garrafa).

Estes “coqueteis molotov” mágikos foram muito utilizados pelos Haitianos em guerras entre Bokors. As vezes uma pequena porção da água, consagrada para coragem é posta em vidro menor e portada por alguém que necessite ampliar a sua convicção.

Lembrando que ferro é relacionado a Marte e também a Ogun, bem como o sangue que esta água imita ao ficar pronta.