Muitas pessoas têm vindo a mim perguntar por que ao realizar qualquer rito elas não “enxergam” nada, a resposta é sempre a mesma, não é que você não enxergou nada a verdade é que você não sentiu nada.

A um tempo atrás alguém deve ter feito uma longa reunião onde deram categorias aos médiuns, as divisões todo mundo já conhece, temos os sensitivos, os ouditivos, os videntes e por ai vai… Mas algumas pessoas tem uma visão diferente, eu sou uma delas, e acredito que na verdade só exista um tipo de médium, e ele seria o sensitivo.

A Visão.

A visão funciona de forma absurdamente complexa mas tentarei simplificar um pouco aqui. Tudo o que vemos na verdade é refração de luz, ou seja, a luz “bate” nos objetos e ricocheteiam em direção aos nossos olhos, nossa definição de cores é relativa à origem da cor que causa a refração, ou seja, uma superfície branca ficará verde à luz verde e ficará vermelha à luz vermelha e por ai vai.

Porém o que realmente acontece é todo um processo cerebral onde nossos olhos mandam impulsos elétricos para o cérebro e esse nos faz criar formas e cores e chamamos isso de visão.

Existem vários distúrbios cerebrais que nos fazem trocar as definições das cores, formas de objetos, concepção de profundidade e etc, ou seja, a visão é meramente um resultado de algum cálculo doido no nosso cérebro, que pode dar certo ou não.

A terceira visão.

Chamamos de terceira visão o ato de contemplar visualmente manifestações etéreas, ou seja, enxergar o mundo imaterial como se estivéssemos usando nossos olhos, ou melhor, nossa habilidade e forma de ver as coisas, porém é sabido de todos que não levamos nosso corpo físico para qualquer tipo de projeção ou ritual, e sim nosso corpo étereo e esse não tem nem globos oculares, nem cérebro e muito menos um sistema nervoso físico, e isso impossibilita de vermos coisas da mesma forma que vemos aqui, no plano físico.

Então o que levamos?

O corpo espiritual é tão complexo quanto o corpo físico e sua estrutura nunca pôde realmente ser constatada, alguns acreditam no conceito geral de nadis e chakra, onde nossos principais orgãos seriam os chakras e nosso sistema nervoso os nadis, porém tem gente que não acredita nisso e por ai vai. Não é possível dizer qual teoria está correta mas ao menos podemos tentar falar do que funciona.

Ensinando a ver.

Imagina o quão complexo seria ensinar uma pessoa a ver… Pois é, não é uma tarefa sequer imaginável pois não temos a capacidade de desligarmos nossos olhos mas sim cobrí-los com nossas pálpebras, o que não nos impede de enxergar a luz que as atravessa. Porém com a visão astral isso ocorre, ela normalmente fica desligada por padrão e algumas pessoas podem ligá-la durante projeções ou até mesmo no dia-a-dia, tornando-se assim o que chamam de vidente, podendo identificar auras, impregnação de energia e etc.

O sentir.

Porém vamos ao que interessa, o âmago dessa matéria, o sentir, ou seja o ato de saber que algo está acontecendo mas não conseguir explicar. Infelizmente não existe uma maneira fácil de ativar a sensibilidade espiritual e a que tenho aconselhado aos iniciantes é sempre a manipulação energética, ou seja para que você possa começar a trabalhar com sua terceira visão é obrigatório que você já esteja dominando totalmente a manipulação energética, senão pode recomeçar.

Entendam que você não ira ver nada, isso não existe, a terceira visão nada mais é que o seu cérebro criando imagens baseadas na sua sensibilidade espiritual/energética, uma espécie de relação gerada com o que você sente e o que você sabe, algo como uma reeducação visual. Ensinar visão espiritual é a mesma coisa que ensinar um cego a “enxergar”, ele não estará realmente vendo as coisas ao seu redor mas sentindo com o tato e criando as imagens na sua cabeça, essas por sua vez tomarão o posto da visão ocular, seria uma espécie de “imaginação direcionada” onde ele imaginará os objetos dependendo diretamente do seu tato e essa imaginação tomará lugar do que seria sua visão, no caso da 3ª visão o tato será substituído pela sensibilidade energética.

Então não existe 3º olho?

Da forma como a maioria imagina, não. O que existe é a capacidade de traduzir de forma visual as captações energéticas ao seu redor, gerando assim um entendimento visual do que está acontecendo.

Isso é bom ou ruim?

Se você levar em consideração que sua sensibilidade energética é muito mais ampla que a sua visão física, atinge 360° em todas as direções e pode ser projetada à longas distâncias e em qualquer lugar no tempo… Tire suas conclusões.

Então eu vou ser fodão?

Continue acessando o portal e veremos.

Existem pessoas que dominam a 3° visão à nível X-men?

Sim, entre charlatões e vítimas de placebo conseguimos encontrar algumas pessoas que conseguem projetar sua sensitividade de forma bem competente, seja enxergando energia, seja alcançando lugares que outros não alcançam ou vendo passado ou futuro, obviamente são raros e a maioria corrompidos mas existem sim.

O que faço para ser fodão?

Se eu fosse fodão poderia te ensinar, mas não sou. O que posso lhe dizer é que tudo gira em torno da sua afinidade com a energia do universo, ou seja, toda a energia existente, quanto mais você toma ciência da existência dela e de suas variações mais você consegue feitos ocultistas grandiosos, a manipulação dela é essencial para que você possa criar as imagens necessárias no uso da 3ª visão, e isso vai de entender o fluxo energético de uma formiga até a complexidade de uma ilha inteira e toda a sua fauna, flora e etc, temos uma vida inteira para catalogar essas frequências e como elas nos afetam para que possamos reproduzí-las corretamente em projeções e rituais.

Mas e as frequências extra-planares?

Boa pergunta, como imaginar algo que nunca foi visto? A resposta é bem simples, o primeiro a ver cataloga e os demais vão seguindo o barco… parece ridículo, né? mas foi exatamente o que aconteceu em vários sistemas de invocação, o carinha conjurava a entidade e seu cérebro criava a partir de impressões energéticas existentes uma forma para tal criatura, essa era anotada, catalogada e passada adiante e assim as entidades ganharam forma.

Então tudo que eu vejo no astral pode ser diferente para outras pessoas?

Meu jovem, até o que você vê no plano físico pode parecer diferente para outras pessoas.

 

Bom, vou parando por aqui pois minhas costas doem.

Não esqueçam de avaliar e mais tarde eu posto as matérias que terão retorno esse mês no portal.

Hasta.